Notícias | Dia a dia
Opelka chama a ATP Cup de injusta e patética
22/11/2019 às 10h40

Nova York (EUA) - Depois de muitas críticas para a reformulada Copa Davis, que nesta semana tem sua fase final disputada em Madri, agora começam a surgir as primeiras alfinetadas na ATP Cup, que estreará no circuito na abertura da temporada de 2020. O norte-americano Reilly Opelka foi o primeiro a disparar contra a competição.

“A ATP Cup é patética, é chocante que a ATP permita algo assim. Isso é muito embaraçoso e ruim para o esporte, sou o 36º do mundo e não vou jogar porque sou o terceiro melhor tenista do meu país e apenas os dois melhores podem jogar”, reclamou o tenista de 22 anos.

Opelka ainda comentou sobre a questão da pontuação, destacando que quem disputar a ATP Cup terá um torneio a mais para somar no ranking. “Conta como o 19.º torneio, por isso, todos os jogadores ficam com os 18 melhores torneios e os que jogam a ATP Cup com 19. É injusto, não é igual para todos”, falou o norte-americano.

“É injusto, por exemplo, que a Moldávia tenha classificado seu melhor jogador para o torneio embora ele tenha um ranking muito pior do que o meu. Isso não é bom para o esporte”, finalizou Opelka, que atualmente é o terceiro melhor norte-americano no ranking, atrás de John Isner (19º) e Taylor Fritz (32º).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis