Notícias | Copa Davis
De Minaur busca virada e força definição nas duplas
21/11/2019 às 18h30

Jovem australiano conseguiu uma importante vitória sobre Denis Shapovalov

Foto: Divulgação

Madri (Espanha) - A definição do primeiro semifinalista da Copa Davis será na partida de duplas. O confronto entre Canadá e Austrália, que abre a rodada de quartas de final, teve uma vitória para cada lado em simples. No grande jogo desta quinta-feira, o australiano Alex de Minaur, número 18 do mundo, venceu um duelo da nova geração contra o 15º do ranking Denis Shapovalov por 3/6, 6/3 e 7/5 em 1h56 de partida.

A vitória do australiano evitou a eliminação de seu país. Isso porque, na abertura do confronto, o Canadá saiu na frente. O ex-top 30 Vasek Pospisil, atual 150º do ranking, superou John Millman, 48º colocado, por 7/6 (9-7) e 6/4. A partida de duplas terá os australianos John Peers e Jordan Thompson contra Pospisil e Shapovalov. Quem vencer o confronto encara Sérvia ou Rússia na semifinal.

A Austrália é o segundo país com maior número de troféus da Copa Davis. São 28 conquistas, sendo que a mais recente aconteceu em 2003. Foi naquele ano que os australianos disputaram sua última final e venceram a Espanha em quadra de grama. Nos últimos anos, a equipe esteve em outras duas semifinais em 2015 e 2017, mas perdeu para Grã-Bretanha e Bélgica.

Já o Canadá ainda sonha com um título inédito. A única final de Davis do país foi alcançada ainda em sua primeira participação, em 1913. Cem anos depois, na edição de 2013, a equipe canadense voltou a ter um bom resultado. O time liderado pelo ex-top 5 Milos Raonic foi semifinalista da competição, mas perdeu para a Sérvia.

Duelo dramático entre jovens jogadores
Tanto De Minaur quanto Shapovalov são expoentes da nova geração do circuito. Os dois jovens jogadores estão com 20 anos e viveram as melhores temporadas de suas carreiras. O australiano ganhou três títulos em 2019, enquanto o canhoto canadense conquistou seu primeiro ATP em Estocolmo e foi finalista do Masters 1000 de Paris.

O jogo começou melhor para Shapovalov, que conseguiu uma quebra de serviço ainda no começo para já liderar o placar por 4/1. O canhoto canadense também tentou ser agressivo e mudar bastante a direção da bola, estratégia que teve sucesso durante o primeiro set.

A desvantagem no placar não abalou a confiança do australiano, que abriu 3/0 no segundo set, vencendo 12 pontos em 15 possíveis. De Minaur sequer enfrentou break points durante a parcial. Já no terceiro set, o australiano continuava muito firme em seus games de saque, enquanto o canadense era frequentemente ameaçado.

Shapovalov salvou sete break points no último set e não teve a chance de quebrar o serviço do rival em nenhuma vez. No máximo, forçava alguns games mais longos, mas De Minaur sempre sacava muito bem nos momentos de pressão. Com o placar empatado por 5/5, Shapovalov fez duas duplas-faltas e teve o serviço quebrado, permitindo ao rival fechar o jogo no game seguinte.

Comentários