Notícias | Outros
Strycova libera treinador e cogita aposentadoria
20/11/2019 às 14h25

Strycova com o técnico Kotyza, à direita da foto.

Foto: Site da WTA

Praga (República Tcheca) - Semifinalista este ano em Wimbledon e número 1 do mundo em duplas, a tcheca Barbora Strycova anunciou o fim de dois anos de trabalho com o técnico David Kotyza. Depois de ter atuado com as também tchecas Petra Kvitova e Karolina Pliskova, Kotyza juntou-se à equipe de Strycova antes do início da temporada 2018. Com Kotyza, Styrycova conseguiu a melhor temporada de sua carreira este ano.

Usando o Instagram, Strycova, de 33 anos, agradeceu Kotyza pela colaboração e explicou porque continuar seria um ato de egoísmo. "Queridos fãs, tenho uma mensagem de minha equipe para vocês. Depois de duas temporadas espetaculares, David Kotyza e eu decidimos terminar nossa cooperação após o WTA Finals".

"Estabelecemos algumas metas há dois anos. Costumava chamá-los de 'sonhos tenísticos reais'. E embora sempre haja espaço para melhorar, consegui cumprir todos os grandes objetivos que queria conseguir sob a liderança de David. Por exemplo, este ano fomos para Wimbledon e foi o mais lindo torneio da minha vida", comenta a tcheca, que fez semi em simples e foi campeã de duplas na grama londrina.

"David é um dos melhores técnicos da República Tcheca e como a minha aposentadoria está se aproximando, achei um tanto egoísta mantê-lo comigo. David, obrigada pelo trabalho duro, por todos os conselhos e por sua paciência. Foi uma longa jornada, com altos e baixos, mas foi ótima!"

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis