Notícias | Dia a dia
Stefani se torna a melhor duplista brasileira na WTA
18/11/2019 às 13h37

Miami (EUA) - A paulista Luisa Stefani entrou para a história do tênis brasileiro nesta segunda-feira, em que se tornou a melhor duplista do país na WTA em termos de ranking. Campeã em Houston no sábado, ela ganhou sete colocações no ranking individual de duplas e agora é a 67ª do mundo, batendo a marca que pertencia à baiana Patrícia Medrado, 68ª colocada em 1987.

Radicada nos Estados Unidos desde os 15 anos, Luísa treina atualmente na Saddlebrook Tennis Academy, na Flórida. Nesta temporada, ela fez duas finais de WTA e conquistou seu primeiro título neste nível em Tashkent.

Depois de Stefani, a brasileira mais bem colocada no ranking de duplas é a paulista Laura Pigossi, que ganhou uma colocação e agora aparece no 139º posto, fechando as top 200 do país na WTA. Na sequência aparecem a gaúcha Gabriela Cé (221ª), as paulistas Paula Gonçalves (224ª), Carolina Alves (230ª) e Beatriz Haddad Maia (270ª).

Bia segue como número 1 do Brasil em simples

Ainda cumprindo suspensão preventiva após o doping positivo, Bia continua firme como a número 1 do Brasil em simples na WTA. A paulista de 23 anos ocupa a 119ª colocação, a mesma da semana passada. Ela é a única do país no top 200.

A segunda melhor representante nacional é a gaúcha Gabriela Cé, que manteve a 230ª colocação. Na sequência aparece a pernambucana Teliana Pereira (371ª), as paulistas Carol Alves (393ª) e Thaisa Pederetti (396ª).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis