Notícias | Dia a dia
Nadal se iguala a rivais e mira recorde de Sampras
18/11/2019 às 10h30

Londres (Inglaterra) - Número 1 do mundo na lista desta segunda-feira, o espanhol Rafal Nadal havia assegurado a liderança do ranking até o fim do ano desde a última quinta-feira, quando o sérvio Novak Djokovic perdeu para o suíço Roger Federer e foi eliminado do ATP Finals. Com isso, o canhoto de Mallorca fecha uma temporada na ponta pela quinta vez na carreira.

Nadal iguala marcas de Federer e Djokovic, que também já terminaram cinco anos na liderança. Além do Big 3, outro que tem essa mesma marca é o norte-americano Bjorn Borg. O recorde pertence a outro norte-americano, Pete Sampras, que fechou seis temporadas como o número 1 do mundo, algo que o espanhol poderá buscar em 2020.

Apesar de empatar com o suíço e o sérvio em relação ao número 1 de final de temporada, Nadal fica bem atrás dos dois quando o assunto é semanas na ponta. Federer é o recordista com 310 semanas e Djokovic o terceiro com suas 275. Nadal aparece apenas na sexta colocação, somando 199 semanas no topo do ranking da ATP.

O espanhol também se tornou o jogador mais velho a terminar uma temporada na liderança do ranking, com seus 33 anos, 5 meses e 15 dias, superando a marca anterior do sérvio Novak Djokovic, que no fim do ano passado tinha 31 anos, 7 meses e 9 dias quando fechou 2019 como número 1 do mundo.

Contudo, o mais velho a aparecer no topo da ATP continua sendo Federer, que tinha 36 anos, 10 meses e 10 dias em junho de 2018, na última vez que foi o líder da ATP. Nadal é agora o segundo mais velho a conseguir tal feito, deixando para trás o norte-americano Andre Agassi, que era 1 mês e 13 dias mais novo que o espanhol em sua derradeira passagem pela ponta.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis