Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Federer elogia grego, mas lamenta erros nos ralis
16/11/2019 às 15h31

Federer venceu o Finals pela última vez em 2011 e perdeu três vezes nas últimas semifinais

Foto: ATP

Londres (Inglaterra) - O suíço Roger Federer não conseguiu repetir neste sábado a grande atuação de dois dias atrás, quando eliminou Novak Djokovic do ATP Finals, e pela terceira vez seguida caiu na semifinal do torneio. Embora seja hexacampeão, ele não ergue o troféu desde 2011. Com 17 erros somente com o forehand, Federer caiu diante do grego Stefanos Tsitsipas, por 6/3 e 6/4.

"Ele jogou realmente bem", elogiou o número 3 do ranking. "Pegou a bola sempre na subida, mas eu sabia que ele costuma jogar assim. Acho que eu até devolvi bem o primeiro saque, mas na maior parte do tempo não me sai bem o bastante nas trocas de bola, não do jeito que queria".

"Acho que tenho que dar os créditos a ele por não me permitir jogar no nível que eu esperava", resignou-se o suíço, que outra vez sofreu para quebrar o serviço do grego, obtendo apenas uma quebra em 12 tentativas. No Australian Open de janeiro, não conseguiu tirar o serviço do grego também em 12 break-points que obteve.

Federer lembrou da estranha quebra logo no segundo game da partida, com uma sucessão incrível de erros. "Ser quebrado com dois smashes errados, acho que não acontecia há muito tempo, se é que um dia aconteceu. Aqui foi duro", admitiu. "Acho que meus pés não estavam se mexendo bem ainda".

Federer parte agora para a série de apresentações latino-americanas, que começam terça-feira, em Santiago. No dia seguinte, jogará em Buenos Aires. O suíço terá então um dia de descanso para então fazer partidas seguidas: primeiro em Bogotá, depois na Cidade do México e por fim em Quito.

Comentários