Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Quedas de Nadal e Djoko surpreendem Zverev
15/11/2019 às 21h41

Alemão não esperava que os líderes do ranking caíssem tão cedo no torneio

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Atual campeão do ATP Finals, Alexander Zverev segue na luta pelo bicampeonato em Londres. Já garantido na semifinal da competição entre os oito melhores da temporada, o alemão de 22 anos e número 7 do mundo disse estar surpreso com as eliminações dos dois primeiros do ranking, Rafael Nadal e Novak Djokovic, ainda na fase de grupos.

"O mais surpreendente é que Djokovic esteja eliminado porque essas condições de quadra são muito adequadas ao seu estilo de jogo. Por outro lado, acho que quase ninguém pensaria que Stefanos [Tsitsipas] se classificaria neste grupo e que Nadal ficaria de fora. É uma grande surpresa que Rafa não esteja nas semifinais", disse Zverev após a vitória por 6/4 e 7/6 (7-4) contra Daniil Medvedev nesta sexta-feira.

Zverev agora já se prepara para enfrentar Dominic Thiem na próxima rodada. O duelo acontece às 17h (de Brasília) deste sábado. Thiem lidera o histórico de confrontos por 5 a 2. "Ele está jogando um tênis incrível, talvez esteja no melhor nível da carreira. Ganhar de Roger [Federer] e Novak [Djokovic] nessa quadra é muito especial. Fazê-lo em jogos seguidos é muito difícil", comenta o alemão, que também conseguiu essa façanha no ano passado.

"Eu ainda tenho que melhorar. Estamos nas semifinais agora e o torneio não vai ficar mais fácil. Vou ter que jogar meu melhor tênis para ter uma chance", comenta o vencedor do ano passado. Ele também traçou seu prognóstico para a sequência do torneio. A outra semifinal terá o hexacampeão Roger Federer contra Stefanos Tsitsipas, que disputa a competição pela primeira vez.

“O torneio ainda não acabou. Talvez tenhamos o vencedor mais velho de todos os tempos, talvez tenhamos um campeão inédito... Vamos ver o que vai acontecer. Espero que seja uma segunda conquista para mim", comentou o jogador de 22 anos.

Zverev também falou sobre a eliminação de Daniil Medvedev. O russo foi destaque ao longo do segundo semestre e número 4 do mundo, mas que perdeu seus três jogos no Finals. "Daniil não tinha nada a perder hoje e eu precisava vencer para continuar no torneio. Ele merece todo o crédito, fez uma temporada incrível e será muito perigoso no próximo ano".

Comentários