Notícias | Dia a dia
Murray quer desafiar o Big 3 na próxima temporada
13/11/2019 às 16h37

Londres (Inglaterra) - A temporada que passou foi repleta de altos e baixos para o britânico Andy Murray, que chegou a pensar em parar por causa das dores no quadril, depois resolveu fazer uma nova cirurgia e acabou dando a volta por cima, fechando 2019 com o título do ATP 250 da Antuérpia. Recuperado da lesão, ele está otimista para o próximo ano e já fala em desafiar o Big 3.

“Sei que se jogasse amanhã contra eles teria apenas uma chance muito pequena de ganhar, mas sinto que poderia vencê-los. Esse é um dos objetivos que tenho, entrar em quadra acreditando que posso derrubar qualquer rival. Sete ou oito semanas atrás, eu não pensava assim”, disse o ex-número 1 do mundo em entrevista à BBC.

“Antes do título na Antuérpia, não sabia ao certo até onde poderia ir e se seria capaz de continuar jogando. Nos últimos anos tive muitos altos e baixos, mas sinto que estou no caminho certo agora e estou animado para ver o que posso fazer nos próximos dois anos”, comentou o britânico de 32 anos.

Murray acredita que possa voltar a brigar pelos principais títulos, mas não sabe se conseguirá voltar a jogar seu melhor tênis e por isso prefere não fixar objetivos para o futuro. “É difícil dizer exatamente qual minha situação agora. Não é como quando eu tinha 25 anos, não sei se posso alcançar o melhor nível, mas sei que posso ser competitivo”, afirmou.

“É por isso que estou empolgado. Não quero definir metas como ser top 10 ou fazer semifinais de Grand Slam, porque isso é algo que já fiz no passado e não preciso. Estou feliz sem dor e gostando do que faço”, encerrou o atual número 125 do mundo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis