Notícias | Dia a dia
Brasil será sede do Road to Wimbledon em 2020
13/11/2019 às 11h36

Richard Lewis, diretor executivo da AELTC, e Rafael Westrupp, presidente da CBT, assinaram termos da parceria

Foto: Andy Barker/AELTC

Londres (Inglaterra) - A Confederação Brasileira de Tênis (CBT) firmou com o All England Lawn Tennis Club (AELTC) mais uma importante parceria para promover o desenvolvimento do tênis juvenil no Brasil. A partir de 2020, o país será anfitrião do Road to Wimbledon, competição voltada para jovens da categoria 14 anos. Será a primeira vez que o evento será realizado na América.

A iniciativa faz parte do planejamento estratégico do AELTC de apoiar e aprimorar o tênis de grama. O Road to Wimbledon, fundado em 2002 como uma iniciativa para incentivar a participação de juvenis do Reino Unido no tênis de grama, começou a expandir seu alcance a partir de 2014 com a criação da série de eventos Road to Wimbledon Internacional na Ásia.

O evento será realizado entre 16 e 22 de março de 2020 com o apoio da CBT e da HWT Sports, em Bragança Paulista. Os preparativos para converter um dos campos de futebol da HWT em quadras temporárias de grama já começaram, e 16 meninas e 16 meninos mais bem classificados do Brasil, na categoria 14 anos, terão a oportunidade de passar uma semana praticando e competindo na grama, sob a orientação de treinadores da AELTC.

Os vencedores e vice-campeões do torneio viajarão a Londres, com as despesas pagas, para representar o país no Road to Wimbledon Finals, que será realizado no AELTC, em agosto de 2020. “Estamos muito satisfeitos que o Brasil se junte à família Road to Wimbledon no próximo ano. Para nós, é emocionante expandirmos esta série de eventos para a América do Sul, oferecendo a oportunidade de celebrar a experiência única e especial do gramado de tênis em um novo continente", disse Richard Lewis, diretor executivo da AELTC.

O Road to Wimbledon é parte integrante da estratégia do AELTC de desenvolver o tênis na grama, que tem a ambição de proporcionar, mundialmente, a chance para juvenis competirem na grama e desenvolverem a capacidade neste piso. Além da oportunidade de aprimoramento que o Road to Wimbledon oferece, o AELTC fez um investimento significativo no tênis em quadras de grama com a meta de criar uma série de três semanas de competições para os top-150 juvenis do mundo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis