Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Zverev domina e supera Nadal pela primeira vez
11/11/2019 às 18h36

Zverev havia perdido os cinco duelos anteriores contra Nadal

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - A série de derrotas de Alexander Zverev para Rafael Nadal chegou ao fim nesta segunda-feira. Depois de perder os cinco duelos anteriores, o alemão conseguiu superar o espanhol pela primeira vez em sua partida de estreia no ATP Finals, em Londres. Dominante desde o início da partida, Zverev marcou as parciais de 6/2 e 6/4 em apenas 1h23.

Com apenas seis games perdidos nesta segunda-feira, Zverev lidera o Grupo Andre Agassi do Finals. O alemão volta a atuar na próxima quarta-feira contra o grego Stefanos Tsitsipas, que também venceu na rodada. Já Nadal irá enfrentar o russo Daniil Medvedev. A reedição da final do US Open reúne dois jogadores que buscam a recuperação no torneio.

Zverev é o atual campeão do ATP Finals, mas já teve descontados os 1.300 pontos conquistados na edição passada do torneio. O jovem alemão de 22 anos e número 7 do mundo tem 43 vitórias na temporada. Ele venceu o ATP 250 de Genebra e foi finalista no Masters 1000 de Xangai.

Nadal disputou nesta segunda-feira seu primeiro jogo desde que sofreu uma lesão abdominal durante o Masters 1000 de Paris. O problema físico impediu que o espanhol disputasse a semifinal do torneio em quadras duras e cobertas na capital francesa. Antes da partida, o treinador Carlos Moyá garantiu que o atual número 1 do mundo estava 100% para a estreia e que vinha aumentando a intensidade nos treinamentos.

A derrota de Nadal na estreia do Finals faz com que Novak Djokovic passe a depender apenas de seus próprios resultados para recuperar a liderança do ranking mundial. O sérvio agora pode ultrapassar o espanhol com título invicto em Londres, mesmo que o adversário na final do torneio seja o próprio Nadal. O espanhol luta por um título inédito no Finals e tenta encerrar uma temporada na liderança do ranking pela quinta vez.

Zverev chegou a vencer seis games seguidos
Desde o início da partida, todos os olhares estavam sobre o saque de Nadal, o golpe certamente mais afetado pela lesão no abdome. Pelos treinos realizados em Londres, o espanhol modificou um pouco no movimento para executar o golpe. Embora não tenha corrido riscos nos dois primeiros games de serviço, o número 1 do mundo parecia sem potência, até mesmo no forehand, já que muitas bolas caem até dentro da área de saque. Talvez por isso ele tenha optado com encurtar pontos indo à rede ou definir logo de cara, mas cometia muitos erros não-forçados.

Zverev conseguiu a primeira quebra da partida no quinto game, apostando em duas boas devoluções profundas e contando com uma sucessão de erros de Nadal. Dois games mais tarde, ampliou a vantagem ao voltar a quebrar o saque do espanhol. Mesmo forçando ao máximo o saque, Zverev ainda terminou o set com 80% de primeiros serviços em quadra. O jovem jogador de 22 anos disparou seis aces e cedeu só quatro pontos nos games de serviço.

A vantagem de Zverev ficou ainda maior com uma quebra logo no início do segundo set e liderança por 2/0. Naquele momento, o alemão já havia vencido seis games seguidos. Mesmo em um game com duas duplas-faltas, o alemão conseguiu confirmar o saque sem enfrentar um break point sequer. Aos poucos, Nadal passou a sacar um pouco melhor e já disparava mais aces, que mantinham a competitividade da partida, mas o alemão continuava incrivelmente firme com o saque e não teve o serviço ameaçado em nenhum momento até o fim do jogo.

Nas estatísticas da partida, Zverev liderou a contagem de winners por 28 a 13 e cometeu 20 erros não-forçados, enquanto o espanhol errou 17 vezes. O alemão disparou onze aces na partida, não enfrentou nenhum break point e cedeu apenas doze pontos em seus games de serviço, sendo apenas quatro com o primeiro saque. Já Nadal acabou sofrendo três quebras de saque e enfrentou quatro break points.

Comentários