Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Djokovic confirma favoritismo e larga bem no Finals
10/11/2019 às 12h16

Djokovic enfrenta o vencedor entre Federer e Thiem na próxima terça-feira

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Cinco vezes campeão do ATP Finals, Novak Djokovic confirmou o favoritismo na rodada de estreia do torneio entre os oito melhores da temporada. Em sua 12ª participação no evento, o número 2 do mundo superou o italiano Matteo Berrettini, oitavo colocado e que disputa a competição pela primeira vez, por 6/2 e 6/1 em 1h03 de partida.

A vitória de Djokovic abriu a disputa do Grupo Bjorn Borg na O2 Arena, em Londres. O sérvio enfrentará na próxima terça-feira o vencedor da partida entre Roger Federer e Dominic Thiem, que encerram a rodada deste domingo às 17h. Berrettini tentará se recuperar e encara o perdedor do jogo entre o suíço e o austríaco. A terceira rodada do grupo será na quinta-feira. 

Djokovic tenta igualar dois recordes nesta edição do Finals. Se ele for campeão, terá os mesmos seis títulos de Roger Federer. Outra meta para o jogador de 32 anos é recuperar a liderança do ranking, atualmente nas mãos de Rafael Nadal. Caso ele ultrapasse o espanhol, terminará sua sexta temporada como número 1 do mundo, repetindo o feito de Pete Sampras.

A diferença entre Nadal e Djokovic no ranking é de 640 pontos e o Finals oferece até 1.500 pontos para um eventual campeão invicto. Para ter chances de disputar a posição com o espanhol no ranking, o sérvio precisa chegar à final em Londres, com pelo menos duas vitórias na fase de grupos. Nadal também pode assegurar sua permanência no topo chegando à final da competição com quatro vitórias.

Veja como foi a vitória de Djokovic na estreia em Londres
Djokovic fez um primeiro set muito tranquilo. Mesmo diante de um adversário que saca muito forte, ele não demorou para encontrar a melhor forma de pressionar o rival a partir das devoluções.

Consistente do fundo de quadra, o número 2 do mundo esteve sempre muito perto da linha de base e mandava nos pontos para conseguir duas quebras. O sérvio terminou a parcial com apenas três erros não-forçados, enquanto o italiano errou 17 vezes. Além disso, Djokovic só perdeu quatro pontos em seus games de serviço.

A partida ficou ainda mais tranquila para Djokovic depois que uma dupla-falta do italiano acabou custando mais uma quebra de serviço no início do segundo set. Sacando cada vez melhor, o ex-líder do ranking era pouco ameaçado e abriu 3/0. Berrettini, então, salvou um break point com um ótimo saque, mas não evitaria uma quebra dois pontos mais tarde. Naquele momento, já eram oito games seguidos a favor de Djokovic.

Só depois disso o italiano conseguiu devolver uma das quebras e recebeu o apoio da torcida londrina, mas o sérvio soube administrar a boa vantagem construída e ainda voltaria a quebrar antes de confirmar a vitória em sets diretos. Ainda que Berrettini tenha liderado a contagem de winners por 12 a 10, o italiano cometeu 28 erros não-forçados contra apenas oito do pentacampeão do torneio.

Comentários