Notícias | Dia a dia
Barty arrasa e mantém invencibilidade na Fed Cup
09/11/2019 às 02h54

Barty venceu todos os cinco jogos de simples e dois de duplas que fez pela Fed Cup em 2019

Foto: Divulgação

Perth (Austrália) - Decisiva nos confrontos contra Estados Unidos e Belarus pelas primeiras rodadas da Fed Cup, Ashleigh Barty marcou mais uma importante vitória para seu país na competição. Na final disputada contra a França, em Perth, a número 1 do mundo superou a ex-top 5 e atual 45ª colocada Caroline Garcia com um arrasador duplo 6/0 em apenas 56 minutos de partida.

Barty venceu todos os sete jogos que disputou pela Fed Cup em 2019, sendo cinco de simples e dois de duplas, participando de todas as vitórias da equipe australiana na temporada. Na carreira, a jogadora de 23 anos acumula 11 vitórias e apenas uma derrota em partidas de simples pela competição. Somando simples e duplas, são 18 vitórias em 20 jogos disputados.

Atual campeã de Roland Garros e vinda de título no WTA Finals na última semana, Barty foi recebida com muita festa durante a entrada em quadra. Afinal, a disputa entre nações é sua primeira competição dentro de seu país desde a conquista do primeiro Grand Slam e de sua chegada ao topo do ranking mundial.

Dominante desde os primeiros games, Barty abriu 3/0 em apenas sete minutos, já com quatro aces. Dona de uma ampla gama de recursos técnicos, a australiana abusou de suas variações de altura e peso de bola e soube aproveitar as rápidas condições da quadra em Perth. Foram oito aces na partida para a número 1 do mundo, que só enfrentou dois break points.

O primeiro set foi decidido em 30 minutos, mas poderia ser ainda mais curto, já que Garcia salvou oito set points no último game da parcial. O domínio da australiana continuou na parcial seguinte. Ela rapidamente abriu 3/0 e ainda contou com uma dupla-falta da rival para ampliar a diferença no placar. Garcia teve chances de devolver uma das quebras quando já perdia por 4/0, mas Barty se salvou com ótimos saques. A francesa, então, baixou a intensidade e foi presa fácil no fim do jogo.

Mladenovic vence na abertura do confronto
Apesar da vitória de Barty na madrugada deste sábado, a disputa das finais da Fed Cup está empatada após dois jogos. Isso porque, na abertura do confronto, a França saiu na frente com uma tranquila vitória de Kristina Mladenovic. A ex-top 10 e atual 40ª do ranking precisou de apenas 1h12 para marcar um duplo 6/1 contra Ajla Tomljanovic, 51ª colocada. 

Tomljanovic, de 26 anos, estreava pela equipe australiana depois de ter defendido a Croácia na Fed Cup em 2010 e 2011. Mesmo jogando em casa, a anfitriã parecia tensa e vinha cometendo muitos erros não-forçados. Por sua vez, Mladenovic controlou a partida desde o início. A francesa correu poucos riscos em seus games de saque, enfrentando apenas um break point, e conseguia ser agressiva nas devoluções, pressionando a rival desde o início dos pontos.

Agora com 22 vitórias em Fed Cup, somando simples e duplas, Mladenovic iguala a marca de Julie Halard-Decugis, quinta jogadora francesa com maior número de triunfos pela competição. A jogadora de 26 anos iniciou sua trajetória na Fed em 2012.

Barty e Mladenovic abrem rodada de domingo
A rodada deste domingo começa à 0h (de Brasília) e terá, no mínimo, mais dois jogos. Logo de cara, Barty e Mladenovic se enfrentam. Na sequência está previsto o segundo jogo de simples, que pode definir. Se necessário, o título será definido nas duplas. À princípio estão escaladas Barty e a veterana Samantha Stosur contra Garcia e Mladenovic. Os capitães têm autonomia para mexer nos times.

A Austrália tem sete títulos na Fed Cup, mas não vence a competição desde 1974. O país não chegava à final desde 1993, quando Barty sequer era nascida. A capitã Alicia Molik também convocou Astra Sharma e Priscilla Hon. Já a França venceu as edições de 1997 e 2003, além de ter alcançado outras três finais, a última em 2016. O time tem Julien Benneteau como capitão e também conta com Alizé Cornet, Fiona Ferro e Pauline Parmentier.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis