Notícias | Dia a dia
Bencic revela inveja de rivais por jogar com Federer
08/11/2019 às 13h48

Wollerau (Suíça) - Oitava melhor do mundo, a suíça Belinda Bencic terminou a temporada em alta, conquistou o Premier de Moscou, se classificou para o WTA Finals e foi até as semifinais em Shenzhen, quando sentiu lesão e acabou precisando abandonar o duelo com a ucraniana Elina Svitolina. Contudo, foi o começo de 2019 um de seus destaques no ano.

“A primeira semana da temporada na Austrália foi a melhor para mim”, afirmou a tenista de 22 anos, que conquistou o bicampeonato da Copa Hopman ao lado do compatriota Roger Federer. Segundo a própria Bencic, sua parceria com o dono de 20 títulos na competição fez com que várias companheiras de circuito falassem para ela que gostariam de estar no seu lugar.

“E fui invejada por todos as outras jogadoras, pois pude competir ao lado de Roger”, falou Bencic, que tratou de brincar com a situação. "Eu sempre respondia para elas que tive a sorte de nascer no país certo", contou a atual 8 do mundo.

Veja também: Bencic alfineta premiação recorde do WTA Finals

Bencic também analisou sua temporada e falou que o mais importante foi conseguir armar um calendário equilibrado para ficar longe das lesões. "Quando era mais jovem, queria jogar todos os torneios porque estava animada. Agora, acho que a programação é realmente importante”, comentou a suíça.

“Acho que fiquei muito mais em forma e isso me ajudou muito na prevenção de lesões. Também me auxiliou na forma como entro em quadra, chegando mais bem preparada. E essa foi a única mudança, nem precisei alterar o resto da preparação para ter menos problemas físicos”, observou Bencic, que termina o ano com dois títulos e 50 vitórias em 72 jogos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis