Notícias | Dia a dia
Longa recuperação de Murray vai virar documentário
07/11/2019 às 15h02

Tratamento do britânico para a lesão no quadril foi acompanhado durante dois anos

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - A longa recuperação de Andy Murray de suas graves lesões no quadril vai virar tema de documentário. O filme Resurfacing foi produzido ao longo dos últimos dois anos e acompanhou a trajetória do ex-número 1 do mundo, que passou por duas cirurgias até voltar às quadras.

Murray operou o quadril pela primeira vez em janeiro de 2018, depois de já ter ficado mais de seis meses afastado das competições, buscando tratamentos alternativos. Sem os resultados esperados no fim do ano passado e início deste ano, o britânico chegou a anunciar a aposentadoria em janeiro, antes de passar por uma nova operação.

O jogador de 32 anos conseguiu retornar ao circuito em junho deste ano, atuando apenas nos torneios de duplas, mas logo de cara conseguiu um título do ATP 500 de Queen's, em Londres. Já em outubro, voltou a conquistar um torneio de simples, no ATP 250 da Antuérpia, na Bélgica, derrotando o suíço Stan Wawrinka na final.

O nome do filme do filme diz respeito ao procedimento cirúrgico a que Murray foi submetido. O britânico recebeu uma prótese metálica no quadril e diz que isso o livrou de sentir dores. O documentário será lançado no Reino Unido no dia 29 de novembro pela plataforma de streaming Amazon Video.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis