Notícias | Dia a dia
Djokovic enaltece treino com Nadal e diz estar 100%
29/10/2019 às 08h11

Paris (França) - Atual vice-campeão do Masters 1000 de Paris, o sérvio Novak Djokovic não poderia ter um treino melhor às vésperas da competição do que dividindo a quadra com o espanhol Rafael Nadal, em encontro entre os dois melhores da temporada. Dias após uma exibição no Cazaquistão, eles bateram bola juntos no Palácio de Bercy.

“Gostei muito de treinar com Rafa. Foi ótimo e muito divertido. Esse tipo de treinamento é muito bom, pois são muito intensos e muito competitivos. Somos rivais, mas temos um grande respeito e admiração um pelo outro. Muitos pensam que, por sermos rivais, não podemos ter um bom relacionamento, mas esse não é o caso”, afirmou o atual líder do ranking.

“Não treinávamos juntos há muitos anos. O mais estranho é que eu vi Rafa do outro lado da quadra e parecia que estava jogando nas semifinais ou final de Grand Slam. Nadal é um jogador que faz até seu treinamento em uma intensidade que poucos jogadores têm. É por isso que está neste nível em 2019”, acrescentou Djokovic, que perderá a liderança para Nadal na próxima segunda-feira.

O sérvio também falou sobre sua condição física e garantiu estar em plena forma. “Se estou jogando este torneio é porque estou 100%. Não senti mais dores no ombro esquerdo nas últimas três ou quatro semanas, por isso estou preparado para fazer o meu melhor no último Masters 1000 da temporada, onde defendo a final que fiz no ano passado contra Karen Khachanov”.

A conquista do britânico Andy Murray no ATP 250 da Antuérpia foi comemorada pelo tenista de Belgrado. “Conhecendo os problemas que viveu nos últimos três anos, foi muito emocionante vê-lo conquistar um título depois de um longo tempo. É difícil voltar depois de uma lesão grave, mas com paixão e trabalho, você pode obter tudo o que deseja”, finalizou Djokovic.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis