Notícias | Dia a dia
Nadal iguala Federer e será o maior top 2 da história
28/10/2019 às 08h32

Paris (França) - Com os dias contados para retornar à liderança do ranking, embora afirme que o número 1 não seja mais prioridade, o espanhol Rafael Nadal começa a semana igualando uma marca de Roger Federer. Ao aparecer na segunda colocação no ranking desta segunda-feira, ele empata com o suíço como o tenista que mais tempo ficou no top 2.

A dupla ‘Fedal’ tem agora 528 semanas nas duas primeiras posições da ATP, recorde que será isolado do espanhol na próxima semana, quando ele ultrapassará Novak Djokovic e assumirá a ponta pela 197ª semana, bem distante das 275 semanas que o sérvio já passou na liderança. Federer lidera absoluto nesse quesito com 310 semanas.

Enquanto o canhoto de Mallorca ruma para se tornar o maior top 2 da história, o suíço da Basileia corre o risco de perder a terceira colocação na ATP, uma vez que acabou desistindo de sua participação no Masters 1000 de Paris e agora pode ser deixado para trás pelo russo Daniil Medvedev, que precisa fazer sua sétima final seguida para assumir o número 3.

Apenas quatro jogadores em atividade já ocuparam as duas primeiras colocações da ATP. Além de Nadal e Federer, empatados provisoriamente com 528 semanas no top 2, aparecem também Djokovic (406) e o britânico Andy Murray (120).

Outros seis jogadores em atividade bateram na trave e se aproximaram das duas primeiras posições do ranking, parando no número 3: o suíço Stan Wawrinka, o alemão Alexander Zverev, o croata Marin Cilic, o canadense Milos Raonic, o búlgaro Grigor Dimitrov e o argentino Juan Martin del Potro.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis