Notícias | Dia a dia
Federer desiste de Paris e coloca número 3 em risco
28/10/2019 às 07h40

Paris (França) - Campeão dentro de casa no último domingo, levantando pela 10ª vez o título do ATP 500 de Basileia, o suíço Roger Federer havia colocado em dúvida sua participação no Masters 1000 de Paris logo após a conquista. Nesta segunda-feira, ele acabou confirmando que não irá jogar na capital francesa e seguirá direto para o ATP Finals de Londres.

“Estou extremamente desapontado em ter que desistir do Masters 1000 de Paris. Eu tenho que me poupar se quiser jogar o máximo de tempo possível na ATP. Lamento por meus fãs franceses e espero vê-los ano que vem em Roland Garros”, declarou Federer, que com sua ausência nesta semana colocará em risco a terceira posição no ranking.

Semifinalista em Paris e no Finals do ano passado, o suíço verá esses 760 pontos serem descontados no ranking da próxima segunda e poderá assim ser ultrapassado pelo russo Daniil Medvedev, que precisa descontar 485 pontos nesta semana. O tenista da Basileia perderá o número 3 caso o rival mantenha sua sequência de finais e faça a sétima seguida.

Quem acabou se dando bem com a desistência de Federer foi o italiano Andreas Seppi, que herdou seu lugar na chave entrando de lucky-loser. De quebra, ele entrará direto na segunda rodada, esperando agora pelo vencedor do confronto entre o georgiano Nikoloz Basilashvili e o moldávio Radu Albot.

No outro lado da chave, Medvedev enfrenta o vencedor do duelo de tenistas vindos do quali entre o local Jeremy Chardy e o norte-americano Sam Querrey. Se quiser derrubar Federer da terceira colocação, o russo tem em seu caminho rivais como Dominic Thiem e David Goffin, em uma eventual quartas de final, e o número 1 do mundo Novak Djokovic na semi.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis