Notícias | Dia a dia
Monteiro vence e tenta terceiro título da temporada
26/10/2019 às 19h58

Monteiro precisa se manter entre os 100 primeiros do ranking para se garantir no Australian Open

Foto: Arquivo

Lima (Peru) - O saibro peruano mais uma vez ajuda o tênis brasileiro. O Local onde João Menezes foi campeão pan-americano em agosto agora vê o cearense Thiago Monteiro chegar à final do challenger de US$ 54 mil. Com autoridade, o terceiro cabeça de chave da semana e 97º do mundo superou o local Juan Pablo Varillas, 161º, por 6/4 e 6/2.

Semifinalista no ano passado, Monteiro subirá uma posição no ranking da próxima segunda-feira com a campanha de momento. Em caso de título, avançará ao 94°. Seu adversário será o argentino Federico Coria, que mais cedo superou o conterrâneo Facundo Bagnis, por 7/5, 5/7 e 6/0.

O cearense chega a sua sexta final de nível challenger. Soma três títulos, dois deles obtidos neste ano: em Braunschweig, na Alemanha, e em Punta del Este, no Uruguai, ambos sobre o saibro. Com isso, acumula nesta temporada 29 vitórias em torneios profissionais de nível challenger.

Domínio na semifinal
Este foi o terceiro duelo entre os dois nesta temporada. Monteiro havia vencido em março no saibro de Santiago, mas o peruano levou a melhor no har-tru de Santo Domingo há 14 dias. O canhoto cearense chegou a ter 3/0 e saque com amplo domínio, mas permitiu uma quebra nesse quarto game e aí encarou um perigoso e longo oitavo game, que foi essencial para finalizar o primeiro set depois de escapar de break-point.

Vindo de longa série de torneios - foram 14 vitórias seguidas -, Varillas perdeu o ritmo no começo do segundo set e Monteiro soube trabalhar as direções da bola para abrir larga vantagem. Fez 4/1 com duas quebras de serviço e finalizou em seguida. Varillas havia eliminado dois brasileiros: os gaúchos Guilherme Clezar e Orlando Luz.

Felipe Alves é vice nas duplas
O campineiro Felipe Meligeni Alves ficou com o vice-campeonato do challenger de Lima. Ele fez parceria com o venezuelano Luis Martinez e, na final deste sábado, caiu para o uruguaio Ariel Behar e o equatoriano Gonzalo Escobar, cabeças 2, por 6/2, 2/6 e 10-3.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis