Notícias | Dia a dia
Thiem marca grande virada e decide em Viena
26/10/2019 às 12h03

Thiem tenta conquistar seu título do ano dentro de casa, já que também ganhou Kitzbuhel

Foto: Arquivo

Viena (Áustria) - Depois de 10 anos seguidos disputando o maior torneio austríaco, Dominic Thiem enfim consegue chegar à final de Viena. E não foi fácil: precisou do maciço apoio da torcida para virar em cima do italiano Matteo Berrettini, com as parciais de 3/6, 7/5 e 6/3.

Thiem jamais havia sequer chegado numa semifinal de Viena e se torna também o primeiro jogador local a atingir a rodada decisiva desde o título de Jurgen Melzer sobre Andreas Maurer em 2010. Seu adversário deste domingo sairá do duelo entre o argentino Diego Schwartzman e o francês Gael Monfils.

Ele agora terá a chance de ser o único tenista a chegar a cinco títulos nesta temporada. Já foi campeão em Indian Wells, Barcelona, Kitzbuhel e Pequim, somando 44 em seus 60 jogos ao longo de 2019. Além dele, apenas Novak Djokovic, Rafael Nadal e Daniil Medvedev têm quatro troféus na temporada.

Berrettini continua na luta para chegar ao Finals de Londres. Com a campanha desta semana, se garantiu pela primeira vez no top 10 - é o sexto jogador a atingir essa faixa de forma inédita neste ano - e tentará a vaga na próxima semana durante o Masters de Paris, onde entrará diretamente na segunda rodada.

O duelo deste sábado foi extremamente equilibrado, com os dois tenistas mesclando grandes momentos com alguns erros cruciais. Berrettini obteve a primeira quebra ainda no terceiro game, mas vacilou e cedeu empate por 3/3. O austríaco no entanto errou demais e voltou a perder dois serviços.

O italiano, que havia vencido Thiem semanas atrás em Xangai e perdido no saibro de Roland Garros, esteve perto da vitória no segundo set. Reagiu à quebra sofrida no quinto game, mas se apressou no 11º game ao receber grandes devoluções do adversário.

Sempre pedindo apoio do público, Thiem apertou cada vez mais no terceiro set até enfim aproveitar sua quarta chance de quebra no sétimo game. Com saque e 3/5, o italiano sentiu a pressão. Thiem terminou com 31 winners diante de 36, mas 25 erros frente a 33.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis