Notícias | Dia a dia
Campeã da Corrida, Barty ganha um Porsche
25/10/2019 às 18h45

St. Petersburg (EUA) - A WTA (Associação Feminina de Tênis) anunciou nesta sexta-feira que a australiana Ashleigh Barty é a campeã da Corrida para Shenzhen, terminando a temporada regular na liderança, após 52 torneios da WTA mais os quatro eventos do Grand Slam, disputados em 29 países. Barty totalizou 6.476 pontos, enquanto que Karolina Pliskova somou 5.315 pontos, e vai disputar o WTA Finals pela primeira vez.

Barty fez uma excelente temporada, ganhando Roland Garros, seu primeiro Grand Slam, o Miami Open e tornou-se a primeira australiana a ocupar a liderança do ranking mundial em 43 anos, desde Evonne Goolagong Cawley em 1976. “Já era uma honra me classificar para o WTA Finals, mas também terminar no topo da Corrida é um feito que me deixa incrivelmente orgulhosa”, disse Barty. “Este é um torneio especial para mim e minha equipe e vou lutar muito para terminar a temporada com o título em Shenzhen.” A australiana tem 52 vitórias no ano, incluindo uma invencibilidade que durou 15 jogos. Ela também foi campeã em Birmingham, chegou às oitavas em Wimbledon e conquistou o Aberto da China, em Pequim. Barty é a única jogadora que chegou neste ano à segunda rodada de todos os quatro torneios de Grand Slams.

Pela façanha, Barty vai poder escolher um carro da Porsche. “Nós a cumprimentamos por ganhar a Corrida para Shenzhen. Seu prêmio é uma recompensa por suas magníficas atuações”, disse Detlev von Platen, do Conselho Executivo responsável pelas vendas e marketing da montadora. “O WTA Finals é outro destaque de nossa bem-sucedida parceria com a WTA e um perfeito final para um ano fantástico no tênis.” A montadora alemã é o patrocinador automotivo oficial do WTA Finals desde 2015.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis