Notícias | Dia a dia
Wawrinka vence jogo duro e faz quartas na Basileia
24/10/2019 às 18h44

Wawrinka só tem três vitórias contra Federer, todas elas no saibro, em 26 confrontos

Foto: Divulgação

Basileia (Suíça) - Um dia depois de Roger Federer confirmar sua vaga nas quartas de final do ATP 500 da Basileia, foi a vez de Stan Wawrinka também avançar na competição. O experiente jogador de 34 anos e 17º do ranking venceu um duelo de 2h32 contra o jovem norte-americano de 21 anos e 48º colocado Frances Tiafoe por 6/3, 3/6 e 7/5.

O resultado marcaria um duelo entre os dois suíços na rodada seguinte do torneio, mas Wawrinka acabou desistindo da competição por lesão nas costas. Dessa forma, Federer vai diretamente para a semifinal e só volta a atuar no próximo sábado, contra o vencedor da partida entre o grego Stefanos Tsitsipas e o sérvio Filip Krajinovic.

Wawrinka não tem um bom histórico na competição. Ele já participou treze vezes do torneio, chegando no máximo a duas semifinais. O suíço, entretanto, vinha em bom momento no circuito, já que foi finalista do ATP 250 da Antuérpia na última semana.

Ex-número 3 do mundo e dono de três títulos de Grand Slam, Wawrinka ainda tenta conquistar um torneio pela primeira vez depois das duas cirurgias no joelho que fez em 2017. A atual temporada tem sido de recuperação para o suíço, que começou o ano apenas no 66º lugar do ranking.

Veja como foi a difícil vitória de Wawrinka
A equilibrada partida desta quinta-feira teve apenas três quebras de serviço, sendo duas para Wawrinka e uma para Tiafoe. O suíço, entretanto, criou 14 break points ao longo do jogo e teve o serviço ameaçado em cinco ocasiões. O atleta da casa também liderou com folga a estatística de aces. Foram 14 contra apenas quatro do jovem norte-americano.

Durante o set inicial, Wawrinka não teve o saque ameaçado e cedeu apenas cinco pontos em seus games de serviço. O suíço conseguiu uma quebra logo no início, aproveitando uma das chances que teve no quarto game da partida para já abrir 3/1 e sustentar sua vantagem. No segundo set, Wawrinka pressionou constantemente o saque de Tiafoe, criando cinco break points em três games distintos, mas não aproveitou suas oportunidades e ainda teve o serviço quebrado em uma das raras ocasiões em que correu riscos no saque.

A parcial decisiva foi marcada pelo equilíbrio. Wawrinka foi o primeiro a ter chances de quebra, ainda no sexto game, mas Tiafoe conseguiu escapar de um 0-40 para confirmar o serviço. Já com o placar empatado por 5/5, o jovem norte-americano teve dois break points que poderiam colocá-lo à frente na disputa, mas o suíço reagiu com ótimos saques. A um game da vitória, Wawrinka conseguiu uma nova quebra de serviço e fechou o jogo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis