Notícias | Dia a dia
Nadal leva a melhor contra Djokovic no Cazaquistão
24/10/2019 às 13h36

Nadal venceu a partida disputada contra o sérvio no Cazaquistão

Foto: Divulgação

Nur-Sultan (Cazaquistão) - O duelo amistoso entre Rafael Nadal e Novak Djokovic em Nur-Sultan, capital do Cazaquistão, terminou com vitória espanhola. Nadal levou a melhor na partida de exibição com parciais de 6/3, 3/6 e 11-9. É comum que, em partidas dessa natureza, um eventual terceiro set seja substituído por um match tiebreak.

Nadal estava sem jogar desde o dia 21 de setembro, quando atuou pela Laver Cup. Já Djokovic participou de dois torneios na temporada asiática do circuito, conqusitando um título no ATP 500 de Tóquio e chegando às quartas de final do Masters 1000 de Xangai.

A partida foi disputada na Barys Arena, estádio multifuncional com capacidade para 11.578 espectadores. Segundo o jornal espanhol Mundo Deportivo, o preço dos ingressos variou desde 8 dólares até incríveis 10 mil dólares.

Nadal e Djokovic foram recebidos pelo atual chefe de estado Kasim-Yomart Tokáyev. Quem também viu o jogo de perto foi o ex-presidente Nursultan Nazarbaev. Os jogadores também participaram de clínicas de tênis com crianças e da inauguração de um novo centro de treinamento na cidade. Os dois atuais líderes do ranking agora seguem para o Masters 1000 de Paris.

Data do confronto causou polêmica
A partida de exibição marcada para uma semana de torneios durante o calendário regular do circuito gerou críticas de promotores de eventos. O diretor do ATP 500 de Viena, Edwin Weindorfer, e o ex-número 1 do mundo Thomas Muster foram alguns dos que contestaram a realização do jogo.

O duelo marcado com antecedência acabou interferindo na disputa entre Nadal e Djokovic pela liderança do ranking. A diferença atual entre eles é de 320 pontos, com 9.545 para o sérvio e 9.225 para o espanhol. Mas Djokovic sofrerá um desconto de 1.600 pontos no dia 4 de novembro, referentes ao Masters 1000 de Paris e ao ATP Finals do ano passado, enquanto Nadal não defende mais resultados. Dessa forma, a única maneira de sustentar a primeira posição seria se o atual número 1 fosse finalista na Basileia ou em Viena e campeão em Paris.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis