Notícias | Dia a dia
Murray dá salto e recupera mais de 100 postos na ATP
21/10/2019 às 07h59

Miami (EUA) - A conquista do ATP 250 da Antuérpia, a primeira desde as duas cirurgias no quadril, fez o britânico Andy Murray dar um enorme salto no ranking da ATP, recuperando mais de 100 colocações. Na lista desta segunda-feira, o ex-número 1 do mundo aparece no 127º posto, 116 lugares acima do que ocupava na semana anterior.

Murray não aparecia entre os 200 primeiros desde o dia 2 de julho de 2018, quando estava na 149ª colocação. Ele agora tenta retornar ao top 100 pela primeira vez desde a última semana de maio de 2018. Com seus 442 pontos, o escocês está a 114 do italiano Salvatore Caruso, o atual número 100 do mundo.

Promessa do tênis espanhol, Alejandro Davidovich entrou pela primeira vez no top 100. Depois de bater na trave na semana anterior, ficando no 101º posto, o tenista de apenas 20 anos conseguiu ganhar mais oito colocações com a semi no challenger de Ningbo e agora é o 93º do mundo.

Apenas mais quatro jogadores tiveram ascensão maior do que a de Davidovich entre os top 100, com destaque para o japonês Yasutaka Uchiyama, que teve a maior subida da semana, ganhou 21 lugares com o título em Ningbo e também entrou para a lista dos 100 primeiros pela primeira vez, aparecendo no 87º posto.

Outros dois que escalaram bem o ranking foram Filip Krajinovic e Marius Copil. O sérvio melhorou 14 lugares e agora é o 46º do mundo (já foi 26º em abril do ano passado), enquanto o romeno ganhou 10 colocações e pulou para a 82ª posição (já foi 56º em janeiro deste ano).

Dentro do top 10 a única mudança foi a subida do japonês Kei Nishikori para a oitava posição, derrubando o russo Karen Khachanov para nono. Já no top 20 ocorreram mais duas alterações, com o belga David Goffin ultrapassando o francês Gael Monfils para assumir o 13º posto e o suíço Stan Wawrinka superando o canadense Felix Auger-Aliassime e indo para a 17ª colocação.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis