Notícias | Dia a dia
Sascha Bajin decide sair da equipe de Mladenovic
20/10/2019 às 10h53

Mladenovic não escondeu a surpresa pela decisão do treinador

Foto: Divulgação

Moscou (Rússia) - Escolhido o melhor técnico da temporada passada no circuito da WTA, quando trabalhou ao lado de Naomi Osaka e ajudou a japonesa a ganhar dois Grand Slam e assumir a liderança do ranking, o alemão Sascha Bajin decidiu sair da equipe da francesa Kristina Mladenovic. Os dois trabalhavam juntos desde abril deste ano.

Mladenovic, ex-top 10 em simples e atual número 1 de duplas, comentou o caso em suas redes sociais e não escondeu seu descontentamento com o treinador. "Estou muito desapontada com a decisão do Sascha de não continuar na próxima temporada", escreveu a francesa no Twitter.

"Eu gostei de trabalhar com ele, conseguimos grandes vitórias e eu realmente acredito que meu jogo melhorou de novo. Acho que ainda poderíamos conquistar muitas coisas juntos, mas eu não posso mudar sua opinião e decisão", revela a jogadora de 26 anos e 45ª colocada no ranking de simples da WTA.

Mladenovic já encerrou sua temporada nas competições individuais, mas ainda tem pela frente o WTA Finals nas duplas, ao lado da húngara Timea Babos: "Da minha parte, estou orgulhosa pela minha temporada e por meu progresso. Continuarei trabalhando duro para ficar mais forte e ainda melhor em 2020", afirmou.

Os trabalho com Osaka e Mladenovic foram os primeiros de Bajin como técnico principal. O alemão de 35 anos passou mais de uma década atuando como rebatedor de grandes jogadoras do circuito, permanecendo por oito anos na equipe de Serena Williams antes de trabalhar com as também ex-líderes do ranking Victoria Azarenka e Caroline Wozniacki.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis