Notícias | Dia a dia
Série de vitórias anima Murray: 'No caminho certo'
18/10/2019 às 20h13

Murray conseguiu vencer três seguidas pela primeira vez no ano

Foto: Divulgação

Antuérpia (Bélgica) - Depois de conseguir uma inédita série de três vitórias seguidas nesta temporada, Andy Murray acredita estar no caminho certo para voltar a ser competitivo e lutar por títulos. Depois de ter passado por duas cirurgias no quadril nos últimos anos, o ex-número 1 do mundo faz boa campanha no ATP 250 da Antuérpia e disputa a semifinal do torneio neste sábado.

"Obviamente, as coisas estão indo na direção certa e sinto que estou batendo melhor na bola melhor do fundo de quadra", disse Murray, depois de vencer o romeno Marius Copil por 6/3, 6/7 (7-9) e 6/4 nesta sexta-feira, pelas quartas de final do evento em quadras duras e cobertas. "Eu só preciso melhorar o saque e, se fizer isso, terei muitas chances nas próximas partidas".

Murray está jogando pela quarta semana seguida no circuito. O britânico venceu um jogo em Zhuhai e outros dois em Pequim, antes de disputar o Masters 1000 de Xangai na semana passada e cair na segunda rodada. Depois de ter aparecido no 503º lugar do ranking no fim de setembro, o britânico de 32 anos é o atual 243º colocado e certamente voltará ao top 200 na próxima segunda-feira.

"Nas últimas duas semanas, eu obviamente trabalhei duro, mas sentia que estava longe desse nível. Falei bastante com minha equipe sobre isso e fiquei um pouco triste depois que perdi um jogo de challenger [em Mallorca, no início de setembro], porque sentia que poderia ter jogado melhor lá. Mas, fisicamente, eu estava muito cansado depois fazer três dos jogos lá", comenta o ex-líder do ranking mundial, que tem oito vitórias e sete derrotas em partidas de nível ATP em simples na temporada.

"No tênis, você não tem a oportunidade de entrar no meio do jogo e disputar um set, como acontece em outros esportes, e melhorar sua forma física jogando um pouco mais a cada vez. Talvez, naquele momento, eu não estivesse preparado fisicamente para jogar partidas tão longas. Mas agora meu corpo está se acostumando um pouco mais e lidando bastante bem", explica o vencedor de três títulos de Grand Slam.

Britânico encara jovem francês na semifinal
Murray agora se prepara para enfrentar o jovem francês de 21 anos e 70º do ranking Ugo Humbert, que venceu o canhoto argentino Guido Pella por 5/7, 6/4 e 6/4. O duelo está marcado para o meio-dia (de Brasília) deste sábado e Humbert é um adversário inédito na carreira do britânico. "Essa será a primeira vez no ano que jogarei em três dias seguidos em simples. Embora a partida tenha sido longa esta noite, fisicamente não foi tão cansativa, porque havia muitos pontos rápidos, especialmente nos meus games de serviço".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis