Notícias | Dia a dia
Após 3 anos, Watson volta a disputar uma decisão
12/10/2019 às 09h50

Tianjin (China) - A britânica Heather Watson parece ter reencontrado o caminho das vitórias no WTA de Tianjin, onde neste sábado encerrou um jejum de mais de três anos sem disputar uma final. Ela levou a melhor diante da russa Viktoria Kudermetova em sets diretos, marcando o placar final de 6/1 e 6/4, após 1h14 de confronto.

Atual 125 do mundo em simples, a britânica de 27 anos chegou a ser 38 do mundo em 2015, mas desde então foi perdendo rendimento no circuito e desde 2016 não chegava a uma final. Com a campanha desta semana Watson retornará ao top 100, subindo para a 87ª colocação com a final e podendo ir para a 75ª com o título.

Sua adversária na decisão será a sueca Rebecca Peterson, que superou o péssimo começo contra a tunisiana Ons Jabeur, levando um ‘pneu’ no primeiro set. Contudo, ela conseguiu se recuperar e levou a melhor de virada, fechando a partida com parciais de 0/6, 6/4 e 7/5, depois de uma batalha que durou 2h09.

Será a segunda vez que as duas medirão forças no circuito. Elas se enfrentaram semanas atrás no quali de Wuhan, com vitória da sueca em sets diretos. Curiosamente, as finalistas possuem um retrospecto irretocável em finais: Peterson venceu a única que disputou (Nanchang 2019) e Watson ficou com o título nas três que jogou (Monterrey 2016, Hobart 2015 e Osaka 2012).

“No final da temporada, todo mundo sente que o corpo está dolorido e cansado. Vou me recuperar o melhor que puder e com certeza estarei pronta para amanhã”, disse Peterson. "É a minha primeira vez aqui em Tianjin e vem sendo uma ótima primeira experiência para mim. Estou ansiosa para a final e espero poder jogar tão bem quanto consegui hoje", afirmou a Watson.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis