Notícias | Dia a dia
Zverev se salva nos tiebreaks e reecontra Rublev
09/10/2019 às 09h11

Zverev passou por um duro teste físico e emocional diante de Chardy, anotando 21 aces

Foto: Arquivo

Xangai (China) - Na luta para recuperar confiança e ainda chegar ao Finals de Londres, o alemão Alexander Zverev salvou três set-points em sua estreia no Masters 1000 de Xangai e encarou dois duros tiebreaks para derrotar o experiente francês Jeremy Chardy. O placar foi de 7/6 (13-11) e 7/6 (7-3).

Sexto colocado no ranking do momento, Zverev sofre ameaça até de deixar o top 10 no final da temporada, perseguido de perto por tenistas como David Goffin, Karen Khachanov, Roberto Bautista e Matteo Berrettini. Assim, somar pontos em Xangai é importante.

Seu adversário desta quinta-feira será o russo Andrey Rublev, que arrasou o finalista de Tóquio, o australiano John Millman, por 6/2 e 6/0. Nos dois duelos já realizados, Zverev levou a melhor contra Rublev sem perder set, mas os duelos aconteceram em 2016 e 2017.

Após troca de quebras de serviço logo no começo da partida, a definição foi a um longo tiebreak de 16 minutos, em que Chardy teve três oportunidades de fechar o set, mas sempre como devolvedor. Na outra série, Chardy quebrou e fez 3/2, mas cometeu erros sucessivos quando sacou com 5/4. No novo tiebreak, o alemão tomou dianteira logo. Foi a 10ª derrota seguida de Chardy para um top 10 desde março de 2018.

Quem vencer entre Zverev e Rublev pode encarar Roger Federer, que é favorito diante de David Goffin. No mesmo quadrante, estão também Bautista e Berrettini, dois outros que competem por vaga no Finals. Nesta quarta-feira, o espanhol tirou o norte-americano Reilly Opelka, por 6/4 e 7/5, e enfrentará justamente Berrettini, que tirou o chileno Cristian Garin, 6/3 e 6/3.

Já o russo Karen Khachanov, cabeça 7, e também concorrente ao Finals, passou sem sustos pelo norte-americano Taylor Fritz, por 6/2 e 6/4, e terá pela frente o italiano Fabio Fognini. O vencedor enfrentará Daniil Medvedev ou Vasek Pospisil.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis