Notícias | Dia a dia
Em jogo quente, Fognini elimina Murray após 3h
08/10/2019 às 11h28

Xangai (China) - Última partida a terminar nesta terça-feira no Masters 1000 de Xangai, o duelo entre o italiano Fabio Fognini e o britânico Andy Murray valeu cada segundo das 3h09 de disputa, que terminou quente, com direito a discussão entre os rivais. No fim das contas, Fognini fez valer a condição de cabeça de chave 10 e venceu com parciais de 7/6, (7-4), 6/2 e 7/6 (7-2).

Nas oitavas de final, o italiano de 32 anos enfrentará o vencedor do confronto entre o russo Karen Khachanov, terceiro favorito na competição e que estreia direto na segunda rodada, e o norte-americano Taylor Fritz, que busca um inédito lugar no top 20.

O primeiro set foi bastante aberto e com várias chances para ambos os lados. Fognini teve sete break-points em quatro games diferentes e aproveitou dois. Do outro lado, Murray conseguiu somente duas chances de quebra, mas concretizou ambas e assim levou a decisão para o tiebreak, em que o maior volume de jogo do italiano acabou se fazendo valer.

Murray não se abateu com a desvantagem no placar e foi para cima no segundo set, conseguindo já dois break-points logo no primeiro game. O italiano escapou da quebra prematura, mas depois do 2/2, quando deixou escapar uma chance de quebra a seu favor, ele não confirmou mais um serviço sequer e perdeu os quatro games seguintes.

A terceira e decisiva parcial foi a mais interessante do jogo, com alto nível dos dois tenistas, disputa acirrada para fechar o jogo e até discussão no final. Depois do 4/4, a partida esquentou de vez, Murray conseguiu quebra e sacou em 5/4 para selar a virada, mas falhou com o serviço e permitiu que Fognini devolvesse o break e seguisse vivo.

Tudo ficou ainda mais quente quando o britânico obteve nova quebra. Na virada do 11º para o 12º game, ele foi reclamar do comportamento de Fognini para o juiz de cadeira e acabou discutindo com o italiano, mandando o rival calar a boca. Na segunda tentativa de sacar para o jogo, Murray mais uma vez se deu mal e teve que definir a partida no tiebreak.

Fognini aproveitou muito bem a sobrevida que teve e arrancou a vitória no final com um grande desempenho no desempate. Com três mini-break a seu favor, ele abriu 6-1 e teve dois saques para fechar a partida. Murray ainda levou a melhor no primeiro ponto, mas no segundo o italiano fez valer o serviço e selou a vitória, que terminou com um rápido comprimento junto à rede.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis