Notícias | Dia a dia
Thiem reage em grande estilo e conquista Pequim
06/10/2019 às 11h12

Dominic Thiem voltou a mostrar um tênis de alto nível após meses de baixa desde o vice de Roland Garros

Foto: ATP

Pequim (China) - Depois de um começo mais lento, o austríaco Dominic Thiem elevou seu nível e, numa partida de excepcional qualidade técnica, superou o grego Stefanos Tsitsipas para conquistar o ATP 500 de Pequim. Após 2h12 de batalha, ele marcou as parciais de 3/6, 6/4 e 6/1.

Thiem, que contraiu virose em Montréal e passou momentos difíceis nas últimas semanas, desta vez sobrou na parte física. Fez também um jogo muito difícil na semifinal de sábado, quando passou por Karen Khachanov.

Campeão em Indian Wells em março, Thiem conquistou o segundo grande troféu sobre quadra sintética da temporada e o quarto da carreira sobre superfície dura (venceu Acapulco em 2016 e São Petersburgo no ano passado). Ele soma 15 títulos em 24 finais disputadas na carreira. Neste ano, venceu também em Barcelona e Kitzbuhel e foi vice em Roland Garros.

Além de estar oficialmente classificado para o Finals de Londres, ao lado de Rafael Nadal, Novak Djokovic, Roger Federer e Daniil Medvedev, Thiem também eleva seu total de pontos no ranking para 4.825, fica apenas 140 atrás de Medvedev no ranking e pode tentar outro avanço na próxima semana em Xangai.

Depois de um começo mais nervoso, os dois jogadores procuraram um tênis bem ofensivo o tempo todo, forçando golpes da base, abusando de paralelas e com muitas tentativas junto à rede. Os dois trocaram quebras nos primeiros games até o grego aproveitar o terceiro break-point do oitavo game e ir a 5/3. Aí correu risco, mas confirmou. Parecia caminhar para a vitória quando voltou a quebrar e abrir 2/1 no segundo set, mas então Thiem iniciou uma grande recuperação.

Cada vez mais confiante no jogo de base, o austríaco e empatou, sobreviveu a três break-points que ofereceu a um agressivo adversário e por fim fechou o segundo set com excepcionais backhands. Tsitsipas sentiu o golpe, baixou intensidade e, apesar de games equilibrados e longos, viu Thiem sempre levar a melhor nos pontos decisivos. O cabeça 1 abriu 4/0 e não deu oportunidades. Foi sua quarta vitória em seis duelos diretos.

Tsitsipas, que na véspera passou pelo alemão Alexander Zverev, tentava seu terceiro título em cinco finais na temporada, tendo sido campeão em Marselha e no Estoril. Ele se mantém no sétimo lugar do ranking tradicional e no sexto na luta para disputar seu primeiro Finals de Londres. A vantagem sobre Roberto Bautista é de 875 pontos e para Zverev, de 1.115 pontos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis