Notícias | Dia a dia
Nadal não jogará em Xangai pelo 2º ano seguido
03/10/2019 às 15h15

Espanhol pode ficar mais longe de alcançar Djokovic no ranking por conta da desistência

Foto: Arquivo

Xangai (China) - Pelo segundo ano consecutivo Rafael Nadal não disputará o Masters 1000 de Xangai, que acontece na próxima semana. Se na temporada passada o motivo da desistência foi uma lesão no joelho direito, o problema desta vez é a inflamação na mão esquerda, que já havia motivado sua desistência da rodada final da Laver Cup há duas semanas.

De acordo com o jornal espanhol As, o calendário de Nadal até o fim da temporada tem apenas mais três competições. Ele deverá disputar o Masters 1000 de Paris a partir de 28 de outubro. Depois seguirá para o ATP Finals, torneio em Londres entre os oito melhores da temporada e que começa no dia 10 de novembro. Já na semana seguinte, defenderá a Espanha na fase final da Copa Davis em Madri.

Fora das quadras, Nadal também tem compromisso nas próximas semanas. Seu casamento com a companheira de longa data Maria Francisca Perelló está marcado para o dia 19 de outubro, em Mallorca.

Djokovic pode aumentar distância no ranking

A desistência de Nadal em Xangai afeta a disputa pela liderança do ranking. O atual número 2 do mundo está com 9.225 pontos, contra 9.865 do primeiro colocado Novak Djokovic. A diferença de 640 pontos a favor do sérvio pode aumentar já nesta semana.

Djokovic é atual campeão em Xangai e precisará defender mil pontos no ranking. Mas já nesta semana, o sérvio está disputando o ATP 500 de Tóquio. Se for campeão na capital japonesa, o sérvio chegará a 10.365 pontos e irá abrir 1.140 para o espanhol. Dessa forma, poderá manter a liderança mesmo se perder na primeira rodada do Masters 1000 chinês.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis