Notícias | Dia a dia
Bellucci vence 1º set e Lindell é desqualificado
01/10/2019 às 22h58

Lindell revidou os xingamentos de um torcedor e acabou sendo desqualificado da partida

Foto: Divulgação

Campinas (SP) - O jogo que encerrou a rodada desta terça-feira pelo challenger de Campinas acabou sendo abreviado por conta de uma polêmica. Thomaz Bellucci havia acabado de vencer o primeiro set contra Christian Lindell na Sociedade Hípica por 7/6 (7-4), quando Lindell acabou desqualificado do torneio ao ser flagrado pelo árbitro revidando o xingamento de um torcedor.

Com a desqualificação, Lindell perde os três pontos no ranking e os 520 doláres que havia ganho por ter vencido uma rodada no torneio. Já Thomaz Bellucci chega às oitavas de final, faz sete pontos no ranking e enfrentará o argentino Leonardo Mayer, cabeça 2 do torneio e 97º do mundo, que venceu o compatriota Camilo Carabelli por 7/6 (7-1) e 6/4.

Bellucci, ex-número 21 do mundo e dono de quatro títulos de ATP, aparece atualmente apenas no 315º lugar do ranking mundial. Ele já sofreu com lesões nas costas e no tornozelo na atual temporada. A vitória desta terça-feira foi a apenas 17ª em 2019 para o paulista de 31 anos em torneios de nível challenger. Ele tem três vitórias e duas derrotas contra Mayer pela elite do circuito, além de uma derrota em um challenger de 2007.

Entenda a polêmica com Lindell
Lindell tem dupla nacionalidade, já que tem pai sueco e mãe brasileira. O jogador de 27 anos nasceu no Rio de Janeiro, onde ainda mora e treina, mas defende a Suécia no circuito. Ele é número 352 do mundo e tem como melhor ranking da carreira o 177º lugar, obtido ainda em 2015.

Lindell foi chamado de "carioca veado" por um torcedor e respondeu com dois palavrões. O árbitro da partida consultou o supervisor do torneio Patricio Estevez, que confirmou a desqualificação. Durante a conversa com o árbitro, justificou o ato. "Ele falou da primeira vez e eu fiquei calado, aí ele falou de novo. Aí quando eu olhei, ele estava apontando para mim. Era impossível ficar quieto".

O árbitro entendeu a indignação do atleta, mas se viu obrigado a cumpir a regra. "Não escutei o que ele falou, mas escutei o que tu falou para ele. Não estou dizendo que tu falou de graça, mas eu não posso deixar passar". No vídeo com a íntegra da partida, fornecido pela ATP, a discussão pode ser acompanhada a partir de 1h18.

Partida tinha altos e baixos
Apesar da disputa ter se resumido a apenas um set, o jogo durou 1h10 e teve altos e baixos. Bellucci foi superior no início da partida e abriu 3/0. O paulista escapou de um break point no quinto game para liderar por 4/1, mas voltaria a ter o serviço ameaçado pouco depois e Lindell devolveu a quebra. No penúltimo game da parcial, o representante sueco passou à frente no placar, mas perdeu a chance de sacar para o set. Já durante o tiebreak, Bellucci abriu 3-0, perdeu quatro pontos seguidos, mas depois venceu os últimos quatro pontos da disputa.

Jogadores lamentam situação
"Não foi o final que eu desejava", disse Bellucci após a partida. "Eu até falei que poderia jogar, mas é uma regra da ATP que tem que ser cumprida. É triste, às vezes o jogador está de cabeça quente e acaba fazendo coisas de que se arrepende. Com certeza o Christian se arrependeu. Eu me ponho no lugar dele, não é fácil receber crítica jogando dentro do seu país, mas você tem que saber que essas coisas vão acontecer e você tem que continuar jogando e fazer o seu melhor dentro de quadra".

Lindell também se manifestou. "O jogo foi decidido em um ou dois pontos no tiebreak. Eu obviamente estava irritado, porque saquei em 6/5 e 30-0. Dei uma raquetada na rede, o público começa a vaiar, até aí tudo bem. Pedi para ir ao banheiro e aí um torcedor me xingou diretamente. Eu peguei as minhas coisas para ir e ele me xingou de novo. Aí eu não aguentei e xinguei ele de volta. Uma coisa é vaiar depois de eu tomar advertência, isso é normal. Agora, xingar duas vezes sem motivo algum, eu não consegui não revidar. E não sabia que era desclassificação, senão eu não teria feito".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis