Notícias | Dia a dia
De Minaur segue em ótimo ano e fatura 3º ATP
29/09/2019 às 11h28

O jovem australiano de 20 anos foi campeão em Sydney, Atlanta e Zhuhai nesta temporada

Foto: Arquivo

Zhuhai (China) - A temporada consistente de Alex de Minaur rendeu mais um bom fruto neste domingo. Considerado um dos principais nomes da nova geração do circuito, o jovem australiano de 20 anos e 31º do ranking conquistou o ATP 250 de Zhuhai, na China, depois de vencer o francês Adrian Mannarino por 7/6 (7-4) e 6/4 em 2h05 de partida.

Este é o terceiro título de ATP na carreira de De Minaur. Os dois anteriores também foram conquistados neste ano, nas quadras duras de Sydney e Atlanta. Apesar da pouca idade, o australiano já disputou cinco finais pela elite do circuito, sendo as duas primeiras no ano passado. Com os 250 pontos conquistados numa semana em que defendia apenas 90, ele deverá se aproximar de seu recorde pessoal, que foi a 24ª posição. 

Durante a campanha para o título, De Minaur venceu o compatriota John Millman, passou em três sets pelo britânico e ex-número 1 do mundo Andy Murray, derrotou o favorito croata Borna Coric e conseguiu a segunda vitória contra top 10 na carreira ao superar o espanhol Roberto Bautista Agut na semifinal.

Por sua vez, Mannarino segue com apenas um título de ATP na carreira. O canhoto de 31 anos e 61º do ranking conquistou neste ano seu primeiro troféu este ano, na grama de 's-Hertogenbosch, mas já disputou oito finais no circuito. O melhor ranking de sua carreira foi o 22º lugar, alcançado no início do ano passado.

O longo primeiro set da partida seguiu inteiramente sem quebras. Mas enquanto De Minaur não enfrentou break points e cedeu só dez pontos em seus games de serviço, Mannarino precisou escapar de oito oportunidades de quebra. O francês chegou a liderar o tiebreak por 4-2, mas o australiano reagiu e venceu cinco pontos seguidos.

De Minaur seguiu sem ter o saque ameaçado no segundo set e só perdeu cinco pontos em seus games de serviço. Agressivo nas devoluções, o jovem australiano pressionava constantemente o saque de Mannarino. A quebra viria já no derradeiro game da partida. Depois de criar 13 chances ao longo do jogo, o jovem de 20 anos enfim agarrou a oportunidade e comemorou mais um título em sua promissora carreira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis