Notícias | Dia a dia
Carreño vence final equilibrada e encerra jejum
29/09/2019 às 09h55

Carreño Busta não vencia um torneio desde maio de 2017

Foto: Divulgação

Chengdu (China) - Um jejum de títulos que já durava dois anos e quatro meses chegou ao fim para Pablo Carreño Busta. O espanhol de 28 anos conquistou o ATP 250 de Chengdu depois de vencer uma final bastante equilibrada contra o cazaque Alexander Bublik, jovem de 22 anos e 71º do ranking, por 6/7 (5-7), 6/4 e 7/6 (7-3) em 2h05 de partida.

Carreño Busta conquista seu quarto título de ATP e o terceiro no piso duro. Ele não vencia um torneio desde maio de 2017, no saibro português do Estoril. Ex-top 10 e atualmente no 63º lugar do ranking, o experiente jogador deverá voltar ao grupo dos 40 melhores do mundo com os 250 pontos conquistados em uma semana sem resultados a defender.

Por sua vez, Bublik ainda busca seu primeiro título de ATP. Ele já havia disputado outra final nesta temporada, na grama de Newport. Com 14 vitórias na elite do circuito e mais 20 em torneios de nível challenger, o cazaque está em franca evolução na temporada. Ele iniciou o ano no 165º lugar do ranking e deverá alcançar o melhor ranking da carreira com os 150 pontos já garantidos. Durante a semana, Bublik eliminou Grigor Dimitrov, em jogo que salvou dois match points.

Arriscando bastante no saque, mesmo com o segundo serviço, Bublik terminou a partida com incríveis 31 aces e onze duplas-faltas. O cazaque, entretanto, criou poucas chances nos games de saque do espanhol e teve apenas um break point no jogo. A única quebra de serviço em toda a partida foi conquistada por Carreño Busta na reta final do segundo set.

Carreño Busta chegou a ter dois set points quando liderava a primeira parcial por 5/4, mas Bublik conseguiu confirmar o game de saque e vencer o set no tiebreak. No segundo set, o espanhol só perdeu quatro pontos no saque e aproveitou a chance que teve no oitavo game. O ex-top 10 perdeu dois break points no início do último set, mas só perdeu cinco pontos no saque, não foi ameaçado e dominou o tiebreak.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis