Notícias | Outros
Natan tenta bi na Bahia. Gaúcha e uruguaia na final.
27/09/2019 às 18h00

O baiano Natan Rodrigues garante mais uma final.

Foto: Thiago Parmalat

Salvador (Bahia) - O baiano Natan Rodrigues segue arretado na 35ª edição do Bahia Juniors Cup. Nesta sexta-feira, ele teve mais uma boa atuação e garantiu vaga na decisão dos 18 anos, neste sábado. O torneio reúne atletas de 11 países, no Clube Bahiano de Tênis. Principal favorito do torneio e atual campeão, Natan, natural de Salvador, derrotou o paulista Nicolas Zanelatto por 6/3 e 6/1 e vai decidir o título contra o paraense Joaquim de Almeida, de Belém, mas que treina há três anos na Tennis Route, no Rio de Janeiro.

Natan, que desde o ano passado treina na Alves & Oliveira Team, em São José do Rio Preto (SP), comentou sua atuação: "Foi um início complicado, ele começou sacando legal, eu um pouco preso. Depois, consegui uma quebra, consegui manter bem meu saque, não fui quebrado nenhuma vez, fui agressivo e fui melhor no segundo set", disse o atleta que chega na decisão sem perder sets e tentará ser bicampeão do terceiro maior torneio do Brasil e um dos mais tradicionais. "É sempre bom jogar uma final, faz tempo que não jogo uma decisão, a última foi aqui, então estou bem contente e vou em busca desse título." Natan derrotou Joaquim no ano passado nas quartas de final. "Ganhei duro no segundo set ano passado. Ele está em uma semana muito boa, está bem intenso, competitivo, com atitude boa na quadra. Vou ter dificuldades", prevê.

Joaquim de Almeida derrotou o quarto favorito, o uruguaio Francisco Llanes, por duplo 6/4 e jogará sua maior final na carreira em um evento mundial. Ele comemorou o triunfo. "Uma sensação incrível, não posso nem explicar, fruto de muito trabalho. Quando mais você rala e chega numa final dessas, sente um prazer enorme de estar lá", resumiu. Joaquim vai tentar destronar Natan que soma nove vitórias consecutivas no Bahiano de Tênis.  "No ano passado, joguei solto, principalmente no segundo set. Espero fazer uma boa partida, ele é experiente, está disputando os Grand Slams, vou dar meu melhor e tudo de mim." A final masculina começa em torno de 10h30, logo a seguir da final feminina, que larga às 9 horas.

Gaúcha e uruguaia fazem a decisão no feminino

Os ares baianos têm sido positivos para a gaúcha de Santa Cruz do Sul, Sofia Mendonça. Ela vai representar o Brasil na decisão dos 18 anos contra a uruguaia Guillermina Grant, a principal favorita. Sofia derrotou a japonesa Mao Mushika, sexta cabeça de chave, de 14 anos, por duplo 6/2 e vai disputar sua primeira final de torneio mundial.

"Ela começou errando bastante, aproveitei as chances, depois fiquei ansiosa, perdi dois games, daí fechei bem o primeiro set. No segundo set, ela começou melhor, mas fiquei firme, abri uma vantagem. Consegui jogar bem o ponto a ponto e isso fez a diferença. Estou muito feliz com minha primeira final na carreira. Era uma barreira que tinha que quebrar. Agora vou com tudo para a final", disse a tenista que treina em São Paulo, no Clube Paineiras.

Grant garantiu sua vaga, vencendo a irmã gêmea de Mao, Mio Mushika, terceira cabeça de chave, marcando 7/6 (9/7), 2/6 e 6/3, sob o forte calor desta sexta-feira na capital baiana. "Primeiro set salvei seis set-points, estava complicado, comecei muito mal, muito calor. Mas estou contente com a vitória de hoje, ela jogou muito bem, não me senti confortável em nenhum momento da partida. Ela tomou a iniciativa, tem bom backhand", comentou aliviada a uruguaia. Sobre a próxima adversária, disse: "Conheci-a nesta semana, aqueci com ela. Por estar na final aqui, com quatro vitórias, é porque está jogando muito bem." Grant está hospedada na casa da baiana Maria Menezes, que caiu nas oitavas de final justamente diante de outra jogadora hospedada em sua casa, a argentina Juana Larranaga. Grant espera ter algum tempo após a decisão para visitar Salvador. "O torneio está muito bom, bem organizado, as pessoas são muito legais aqui. Estou hospedada na casa da Maria Menezes, sua família é de primeira. Estou com a Juana lá, fazia tempo que não competia, estou passando uma semana muito boa. Ainda não visitei nada na cidade, espero poder ir amanhã depois da final."

As semifinais e finais de duplas ocorrem no fim desta sexta-feira. Neste sábado, também serão definidos os campeões nos 14 e 16 anos masculino. Nos 14, final entre Ettore Danesi e Felipe Mannarin e nos 16 anos, final entre Luis Miguel e Lucas Muratori.

Resultados de sexta-feira (27/09):

18 ANOS

[1] Guillermina Grant (URU) 7/6 2/6 6/3  [3] Mio Mushika (JAP)

[8] Sofia Mendonça (BRA) 6/2 6/2  [6] Mao Mushika (JAP)

[1] Natan Rodrigues (BRA) 6/3 6/1  [3] Nicolas Zanelatto (BRA)

[7]  Joaquim Almeida (BRA) 6/4 6/4 Francisco LLANES (URU) [4]

Resultados 16 anos masculino - semifinais

[3] Luis Felipe Miguel (BRA) 6/7 (3) 6/3 6/2 Ryan dos Santos (BRA)

[2] Lucas Muratori (BRA) 6/2 7/5 Lucas Torres (BRA)

14 anos masculino- Semifinais

[3] Ettore Danesi (BRA) 6/2 6/2 [5] João Oliveira (BRA)

Felipe Manarin (BRA) 6/2 6/4  [6] Enzo Crevelaro (BRA)

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis