Notícias | Dia a dia
Semis em Tashkent têm duas antigas campeãs
26/09/2019 às 17h53

Campeã em 2016, Kristyna Pliskova eliminou principal favorita

Foto: Divulgação

Tashkent (Uzbequistão) - Campeã do WTA de Tashkent no ano de 2016, Kristyna Pliskova ainda persegue seu segundo título no circuito e pode voltar a ser campeã justamente no palco de sua única conquista até aqui. A canhota tcheca de 27 anos e 80ª do ranking garantiu vaga na semifinal do tradicional torneio uzbeque depois de vencer a eslovaca Viktoria Kuzmova, 56ª colocada e principal cabeça de chave, por 6/3 e 6/4.

Kristyna Pliskova disputou apenas duas finais de WTA na carreira. Além do título conquistado no Uzbequistão há três temporadas, ela também foi finalista em casa, no saibro de Praga, em 2017. A tcheca é irmã gêmea de Karolina Pliskova, atual número 2 do mundo e dona de 15 títulos no circuito.

A adversária de Kristyna Pliskova na semifinal será a belga Alison Van Uytvanck, belga de 25 anos e 61ª do ranking, que venceu a francesa Pauline Parmentier por 6/2 e 6/4. A canhota tcheca levou a melhor no único duelo anterior contra Alison Van Uytvanck, que já venceu três títulos de WTA em sua carreira profissional.

Do outro lado da chave, a experiente romena de 29 anos Sorana Cirstea tenta por fim a um jejum de títulos que já dura 11 anos. Sua conquista foi justamente em Tashkent, ainda em 2008. Ela garantiu vaga na semi depois de vencer a montenegrina Danka Kovinic por 7/5, 5/7 e 6/1. Ex-número 21 do mundo, Cirstea ocupa atualmente o 96º lugar do ranking. Ela enfrenta a ucraniana Katarina Zavatska, 142ª colocada, que marcou 6/0 e 6/2 contra a russa Anna Kalinskaya.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis