Notícias | Outros
Japonesas avançam. Natan inicia defesa do título.
23/09/2019 às 22h08

Mia Mushika, uma das gêmeas japonesas de 14 anos.

Foto: Thiago Parmalat

Salvador (Bahia) - A estreia do baiano Natan Rodrigues é uma das atrações desta terça-feira no 35º Bahia Juniors Cup. Ele é o atual campeão do torneio de 18 anos e número 109 do ranking mundial juvenil. A rodada começa às 8 horas. Natan fará o terceiro jogo do dia, em torno de 10h30, no Clube Bahiano de Tênis, em Salvador, diante do qualifier Gustavo Camelo. A conquista do ano passado o colocou perto do top 40 mundial e disputou a chave juvenil de três Grand Slam em 2019, vencendo partida na chave principal de Wimbledon.

No meio desta temporada, porém, uma apendicite e problemas no intestino o fizeram perder mais de dois meses de eventos e o principal em seu calendário, Roland Garros. Agora ele busca a recuperação. "Muito bom poder estar de volta. Sou o favorito aqui, mas jogo é jogado, não se ganha fora da quadra. Tem bons concorrentes na chave como o João Loureiro, que faz parte do Time Guga conosco, o uruguaio Francisco Llanes, entre outros. Me sinto bem preparado, mas é preciso jogar bem em quadra para ter chances", disse o baiano.

Um dos treinadores de Natan Rodrigues, o ex-top 100 profissional Thiago Alves, destacou que o Bahia Juniors Cup será o resgate para o jovem de 17 anos. "Com certeza, vejo o torneio aqui em Salvador como um resgate. Coloquei isso para ele, resgate da confiança. Ele jogou Wimbledon e US Open mesmo não estando tão confiante, mas falei que ele deveria ir, ganhar experiência nos Slam, vivenciando esse ambiente. Este ano está sendo de grandes ganhos de experiência e aprendizado. Nesta fase que ele está, o mais importante é aprender para não errar no futuro. Ele ganhou aqui ano passado, jogando no clube onde sempre esteve presente. Natan é bastante família, então, é bem especial."

A Bahia estará em quadra ainda com Gustavo Schwebel encarando Diogo Tinoco em torno das 12h. No ano passado, ele marcou sua primeira vitória exatamente no evento. "Trabalhando bem forte, treino aqui, gosto muito de jogar aqui no Bahiano, quadra rápida, me sinto bem. Quanto mais gente vier, melhor. Eu gosto, seja torcida a favor ou contra, tem energia a mais." Luis Cupertino encara Gabriel Generoso. No feminino, Maria Menezes encara Lorena Castellanos às 9h30 e Julia Cantalino enfrenta Ana Candioto no mesmo horário.

Entre as favoritas, a uruguaia Guillermina Grant estreia diante da brasileira Ana Rodrigues. A argentina Juana Larranaga, segunda pré-classificada, mede forças com a brasileira Beatriz Verdial.

Gêmeas japonesas pupilas de Gabe Jaramillo estreiam com vitória

Nascidas em Nagoya, no Japão, as gêmeas japonesas Mia Mushika, cabeça de chave 3, e Mao Mushika, sexta favorita, de 14 anos, estrearam com vitória no torneio de 18 anos, nesta segunda-feira em que a chuva interrompeu a programação seguidas vezes. Mia derrotou a carioca Valentina Torres por 6/2 e 6/4 e enfrenta a brasileira Maria Oliveira na sequência. Mao, por sua vez, derrotou a brasileira Helena Silva por 7/5 e 6/0.

Mia e Mao começaram a jogar tênis aos 5 anos e se mudaram para a Flórida onde treinam no Club Med, com Gabe Jaramillo, renomado treinador que já trabalhou com Maria Sharapova, Andre Agassi, Pete Sampras, todos ex-número 1 do mundo, além do japonês Kei Nishikori. Elas fazem uma turnê pela América do Sul onde cada uma venceu um torneio ITF mundial no Chile e estão crescendo no ranking. Mio começou o ano em torno das 1000 no ranking e já está no top 300 enquanto que Mao entrou no top 500. "Nós queremos ser profissionais e estamos treinando para isso", disse Mao. "Nosso objetivo é estar nos Grand Slams ano que vem. Para mim, terminar 2019 entre as 200 melhores seria bom." As duas ainda não tiveram tempo de visitar Salvador. "Não visitamos a cidade ainda, só treinamos e jogamos. Mas viemos aqui também pelo que falaram do açaí: provei e gostei", revelou a jogadora, que ainda não provou o acarajé baiano.

Ainda no feminino, a sétima favorita, Isabela Mercante, de Niteroi (RJ), marcou 6/3 e 7/6 (7/4) sobre Maria Mauad, a filha do craque do futebol Alex. Ela encara a boliviana Gabriela Flores pelas oitavas de final.

Nos 16 anos, destaque para a baiana Luana Paiva, campeã em 2017 nos 12 anos e vice-campeã nos 14 no ano passado, estreia diante da brasileira Marina Monzillo a partir das 8h30, no Clube Espanhol, que abrigará alguns jogos da categoria e também dos 14 anos.

RESULTADOS  DOS 18 ANOS - 1ª RODADA

MASCULINO
Joao Eduardo Schiessl (BRA)  v. Breno Ferreira Marques (BRA), 6/1 6/2
Ezequiel Monferrer (ARG/6) v. Lorenzo Esquici (BRA), 7/5 7/6(4)
Nicolas Zanellato (BRA/3) v. Guilherme Toresan (BRA), 6/2 6/4
Victor Sklenka (CZE)  v. Antonio Sasso (BRA), 6/2 6/4
Lucius Soller (BRA) v. Gustavo Datto Martins (BRA), 6/7(12) 6/4 6/3
João Sasso (BRA)  v. Ian Pessoa Cruz (BRA/8), 6/2 6/2
Pedro Franca (BRA)  v. Henrique Fukushima (BRA), 7/6(4) 6/4
Francisco Llanes (URU/4) v. Matheus Costa Paiva (BRA), 6/7(2) 6/2 6/1 

FEMININO
Mio Mushika (JAP/3) v. Valentina Torres da Silva (BRA), 6/2 6/4
Maria Luisa Oliveira (BRA) v. Stefany Stemmer (BRA), 6/4 6/1
Gabriela Cortes Flores (BOL) v. Clara Penido (BRA), 6/4 6/2
Isabela Alvarez Mercante (BRA/7) v. Maria Eduarda Mauad (BRA), 6/3 7/6(4)
Mao Mushika (JAP/6) v. Helena Ramos Rocha e Silva (BRA), 7/5 6/0
Carolina Lima de Oliveira (BRA) v. Marjorie Souza (BRA), 7/5 1/6 6/2
Alexia Harmon (USA) v. Vitoria Barandas (BRA), 6/2 6/0
Isabel Oliveira (BRA/4) v. Nicole Roberta Serraglio (BRA), 6/2 6/1

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis