Notícias | Dia a dia
Guga faz aniversário e comemora seus 43 anos
10/09/2019 às 16h36

Tricampeão de Roland Garros e ex-número 1 do mundo, Guga parou de jogar em 2008

Foto: Fotojump

Florianópolis (SC) - Principal nome do tênis brasileiro entre os homens, Gustavo Kuerten faz aniversário nesta terça-feira, dia 10 de setembro, e comemora os 43 anos de vida. Entre os maiores feitos do catarinense estão o tricampeonato de Roland Garros e a liderança do ranking mundial.

Guga se tornou um ídolo do esporte nacional em 1997, quando conquistou seu primeiro título no Grand Slam francês com apenas 20 anos e ocupava o 66º lugar do ranking. Até então, o jovem catarinense sequer havia vencido um torneio ATP.

As duas conquistas seguintes em Paris aconteceriam nos anos de 2000 e 2001. Outro feito na carreira de Gustavo Kuerten foi a chegada à liderança do ranking no dia 4 de dezembro de 2000, logo depois do título da Masters Cup (atual ATP Finals), que era disputada em Lisboa.

Ao longo da trajetória, Guga conquistou vinte títulos na elite do circuito e disputou outras nove finais. Seu período como número 1 do mundo foi de 43 semanas, dentre as quais trinta foram consecutivas. Sua premiação acumulada foi superior a US$ 14,8 milhões.

Além das glórias em simples, o catarinense também somou alguns títulos nas duplas. Nas dez finais que disputou, Guga venceu oito, a maior parte delas ao lado do compatriota Fernando Meligeni, com quem comemorou cinco taças. Entre os vices, o de maior destaque é do Masters de Paris, ao lado do francês Cedric Pioline, em 2002.

Uma das últimas grandes vitórias da carreira Guga foi sobre Roger Federer, também em Roland Garros, no ano de 2004. O duelo acontecia pela terceira rodada do Grand Slam francês e o suíço era o número 1 do mundo. Ainda assim, o tricampeão, então 30º colocado, fez valer seu melhor histórico no saibro parisiense e venceu por triplo 6/4.

O histórico de lesões no quadril comprometeu a carreira do catarinense. Depois de três cirurgias, Guga deu adeus às quadras em 2008. O palco escolhido não poderia ser outro que não o saibro de Roland Garros. Lá, ele recebeu um troféu que representa todas as camadas da quadra mais especial de sua carreira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis