Notícias | Dia a dia
Barty retoma a ponta, Andreescu debuta no top 5
09/09/2019 às 12h20

Barty iguala número de semanas de Pliskova

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Mesmo eliminada nas oitavas de final do US Open, a australiana Ashleigh Barty conseguiu recuperar a liderança do ranking nesta segunda-feira, principalmente por causa da queda de Naomi Osaka também nas oitavas. Campeã do último Grand Slam da temporada em 2018, a japonesa passou longe de defender o título e por isso caiu da ponta para o quarto lugar.

A principal beneficiada foi Barty, que vai para sua oitava semana como número 1, igualando a marca da tcheca Karolina Pliskova, outra que se deu bem com a queda de Osaka e agora aparece na segunda colocação. Completa a lista das que deixaram a japonesa para trás a ucraniana Elina Svitolina, que agora é a número 3 do mundo.

Campeã do US Open deste ano, levantando sua primeira taça de Slam com apenas 19 anos, a canadense Bianca Andreescu deu uma boa subida e entrou para o top 5 pela primeira vez na carreira, ocupando a quinta colocação nesta segunda-feira.

Depois da jovem canadense, fecham o top 10 a romena Simona Halep (6ª), a tcheca Petra Kvitova (7ª), a holandesa Kiki Bertens (8ª), a norte-amricana Serena Willams (9ª) e a suíça Belinda Bencic, que com as semifinais no US Open se colocou entre as 10 primeiras.

Gauff encosta no top 100

Principal promessa norte-americana, Coco Gauff por pouco não entrou no top 100 pela primeira vez com apenas 15 anos. Ela ganhou 34 colocações com as duas vitórias obtidas no US Open e parou na 106ª posição, uma atrás da Catherine Mcnally, dois anos mais velha, que ganhou 16 lugares.

As também norte-americanas Taylor Townsend e Kristie Ahn tiveram mais sorte e se colocaram no top 100. Vinda do quali, Townsend foi até as oitavas do US Open e com isso ganhou 33 lugares, voltando a figurar entre as 100 na 83ª posição. Por sua vez, Ahn entrou nesta faixa de ranking pela primeira vez, disparando 48 colocações e indo para o 93º posto.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis