Notícias | Dia a dia | US Open
Federer entra ligado e enfim vence com facilidade
30/08/2019 às 14h34

Nova York (EUA) - Depois de passar aperto nas duas primeiras rodadas do US Open, perdendo o primeiro set em ambas, o suíço Roger Federer enfim conseguiu mostrar um bom tênis do começo ao fim. Azar do britânico Daniel Evans, que não teve chances contra o número 3 do mundo no duelo desta sexta-feira e acabou sendo dominado e caiu em sets diretos, com o placar final de 6/2, 6/2 e 6/1.

Classificado para as oitavas de final, o tenista da Basileia terá agora pela frente o vencedor da partida envolvendo o belga David Goffin, cabeça de chave número 15, e o espanhol Pablo Carreño. Federer tem ótimo retrospecto contra Goffin, vencendo oito dos nove embates anteriores, dois deles em Grand Slam, e levou a melhor sobre Carreño na única vez que se cruzaram, em Roland Garros seis anos atrás.

A vitória desta sexta evita que o suíço iguale sua pior campanha da carreira em Nova York. Em sua 19ª aparição no torneio ele caiu apenas uma vez antes das oitavas, justamente na estreia em 2000, quando superou o holandês Peter Wessels na primeira rodada e depois bateu o canadense Daniel Nestor, para então parar no espanhol Juan Carlos Ferrero, numa batalha de 2h53 de duração, quatro sets e dois tiebreaks.

Federer domina desde o início

Bem diferente das rodadas anteriores, Federer entrou ligado e rapidamente passou a atacar o backhand de uma mão do adversário. Mais sintomático ainda, o saque de Evans incomodou muito pouco o suíço, tanto que o britânico terminou o primeiro set apenas 46% de pontos vencidos após colocar o primeiro serviço em quadra. Pouco efetivo, Evans errou pouco - 3 diante de 9 do suíço -, mas ao mesmo tempo marcou somente 4 winners diante de 12.

Federer continuou a tomar a iniciativa, devolveu cada vez melhor e foi nos momentos certos à rede. Assim, em menos de 60 minutos já tinha 2 sets à frente. Abalado, Evans destruiu a raquete. Não obteve um único winner na parcial diante de 20 do suíço, que ainda por cima foi à rede 13 vezes e ganhou 12 pontos.

Outra vez, o suíço teve paciência para construir a quebra logo no segundo game do terceiro set, mas perdeu a intensidade pela primeira vez e cedeu o serviço com erros da base. Mas reagiu imediatamente com outra quebra e abriu 4/1. Federer conseguiu bater o serviço de Evans uma vez mais e fechou o jogo perdendo somente um game na parcial derradeira.

Eficiente em todos os setores da quadra, seja no saque, na rede ou nas devoluções, Federer teve números expressivos: 48 winners, sendo 10 aces; 67% de primeiro saque em quadra com 80% de sucesso; 37 subidas à rede e 26 pontos obtidos.

Comentários