Notícias | Dia a dia | US Open
Nishikori precisa de 4 sets para seguir adiante
28/08/2019 às 15h53

Nova York (EUA) - Em uma quarta-feira chuvosa, a rodada começou com apenas dois jogos no horário, o primeiro deles do japonês Kei Nishikori contra o norte-americano Bradley Klahn no Louis Armstrong Stadium. Cabeça de chave número 7, o nipônico não teve moleza contra o algoz do cearense Thiago Monteiro e precisou de quatro sets para avançar, fechando com parciais de 6/2, 4/6, 6/3 e 7/5.

Segundo classificado para a terceira rodada do US Open, atrás apenas do búlgaro Grigor Dimitrov, que contou com a desistência do croata Borna Coric, o japonês espera agora pelo vencedor da partida entre jovens que de um lado terá o chileno Christian Garin, 31º pré-classificado na competição, e do outro o australiano Alex de Minaur.

Apesar dos 18 aces anotados no jogo, Klahn não teve um desempenho tão bom com o saque e foi pior que Nishikori. O norte-americano venceu apenas 57% dos pontos disputados nos seus serviços contra um aproveitamento de 66% do japonês, que somou 20 break-points na partida e converteu oito, ao passo que o rival conseguiu somente quatro quebras em nove oportunidades.

O primeiro set teve controle de Nishikori, que abriu 3/1 logo de cara e ainda ampliou a vantagem com nova quebra no sétimo game. O japonês começou igualzinho na segunda parcial, mas após fazer 3/1 só venceu um game mais, chegou a perder cinco games seguidos e permitiu que o rival norte-americano empatasse a partida.

Klahn chegou ao ‘pneu’ moral quando confirmou o serviço no primeiro game do terceiro set, mas não conseguiu manter o embalo e amargou mais duas quebras contra para ver o japonês fazer 2 sets a 1. A quarta e decisiva parcial foi de altos e baixos de Nishikori, que primeiro abriu 5/1, perdeu então quatro games seguidos e os dois breaks de frente, com direito a um match-point desperdiçado, mas no final voltou a superar o saque do local e fechou o jogo.

Comentários