Notícias | Outros
Cadeirantes: 'Jordan' decide contra argentino em Santos
24/08/2019 às 20h31

Brasiliense Carlos 'Jordan' Santos, nº 100 do mundo e cabeça 4.

Foto: Rafael Pignataro

Santos (SP) – Serão conhecidos neste domingo os campeões do Wheelchair Brasil – ITF Tênis Internacional nas categorias Masculino, Feminino, Quad (atletas com deficiência nos membros superiores e inferiores), Junior e Duplas Masculino e Feminino, a partir das 8h, no Tênis Clube de Santos.

No Masculino, o argentino Ezequiel Casco, 36o do ranking mundial da ITF, ratificou sua condição de principal favorito ao título e chegou à final da chave. Em rodada dupla, neste sábado, primeiro venceu o chileno Brayan Tapia, cabeça 6, por duplo 6/2, nas quartas de final. Depois, pelas semifinais, eliminou o paulista Maurício Pommê, cabeça 3, por 6/4 e 6/1, para se garantir na final.

O brasiliense Carlos "Jordan" Santos, número 100 do mundo e cabeça 4, começou o dia derrotando Felipe Ferreira de Lima, por duplo 6/3, nas quartas. Na outra rodada, pelas semifinais, Santos bateu Bruno Makey, por 6/2 e 6/1.

A final deste domingo reúne dois jogadores experientes do tênis em cadeira de rodas mundial. Eles já se enfrentaram 11 vezes no circuito, com seis vitórias para Casco e cinco para Santos.

“Partida dura amanhã, já fizemos vários jogos bons. Vou tentar ir o mais longe possível, colocar o meu melhor em quadra. Como sempre, Brasil x Argentina é uma rivalidade, um nervosismo, mas quero aproveitar a chance de estar jogando em casa, com a torcida a favor para garantir o título”, afirmou Santos, que não esperava avançar à final.

“Está sendo um torneio excelente aqui em Santos, uma das melhores quadras em que já joguei. Vim com a expectativa de fazer uma semifinal para somar pontos no ranking e buscar até maio do ano que vem minha classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio”, contou o brasiliense.

Duelo das favoritas no Feminino

A final da categoria Feminino será entre as duas melhores tenistas do torneio: a mineira Ana Caldeira e a brasiliense Jade Lanai, respectivamente cabeças de chave 1 e 2.

Nas semifinais, Ana Caldeira, 57ª do mundo, derrotou Lucimarry Nascimento, terceira favorita, por duplo 6/3, enquanto Jade venceu Marisa Ferreira, por 7/5 e 6/0.

Ana e Jade se enfrentam pela primeira vez em uma final, mas as duas se conhecem muito bem. Nos quatro duelos entre elas, Ana venceu todos.

“É uma felicidade imensa poder estar em uma final com a Jade. Era uma coisa que a gente vinha brincando desde quando nos inscrevemos para o torneio e ficamos sabendo que eu seria cabeça 1 e ela 2. Ela é uma menina incrível, de pouca idade e com um tênis de alto nível”, observou Ana.

“Com certeza eu ganho muita experiência em quadra enfrentando ela. É sempre um jogo muito bom, disputado e que eu gosto de jogar e quero repetir muitas vezes”, disse Jade, número 80 do mundo.

O Wheelchair Brasil – ITF Tênis Internacional reúne 70 paratletas de quatro países – Brasil, Argentina, Chile e Colômbia – e é válido pelo ranking da ITF (Federação Internacional de Tênis) e da CBT (Confederação Brasileira de Tênis). 

Serviço

Wheelchair Brasil – ITF Tênis Internacional

21 a 25 de agosto

Tênis Clube de Santos - Rua Minas Gerais, 37 – Boqueirão

Veja as fotos
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis