Notícias | Dia a dia | US Open
Joelho está sob controle, garante Nadal
24/08/2019 às 10h02

Nadal precisou abandonar a semifinal no ano passado contra Delpo e culpou jogos muito longos

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - O US Open de 2018 não traz boas recordações para Rafael Nadal. Depois de três jogos seguidos em que foi muito exigido na parte física, ele foi obrigado a abandonar as semifinais diante de Juan Martin del Potro depois de dois sets disputados. Pior ainda, a contusão no joelho direito se agravou e ele não entrou mais em quadra no restante da temporada.

Depois de conquistar o título em Montréal há duas semanas e desistir de Cincinnati, o número 2 do mundo garante estar em forma muito melhor para Flushing Meadows do que um ano atrás. "Nem acho que estava tão mal em 2018, mas é evidente que meus joelhos parecem muito melhores neste momento", afirmou na tradicional entrevista oficial que antecede o torneio.

"O que aconteceu no ano passado foi que fiz três ou quatro partidas muito longas e desgastantes. Isso é muito duro sobre as quadras sintéticas e aí senti o joelho nas semifinais. Mas estou pronto desta vez, tenho treinando muito bem", garantiu o dono de três títulos em Nova York, obtidos em 2010, 2013 e 2017.

Nadal foi finalista em Melbourne em janeiro e tentou jogar na quadra dura de Acapulco e Indian Wells, mas o esforço custou novo abandono. Ele então fez um forte trabalho para se recuperar, demorou para engrenar no saibro e desde Roma voltou aos grandes títulos sem sinal de dores.

Questionado se considera uma vantagem o fato de que Novak Djokovic e Roger Federer ficaram do outro lado da chave, o espanhol foi cauteloso. "Para ter alguma vantagem eu preciso ganhar meus jogos e ir até a final, onde então poderei enfrentar um deles. Então existe muito trabalho a fazer até lá. Vamos ver se sou capaz de realizar a minha parte".

Comentários