Notícias | Dia a dia
Djoko destaca fase de Medvedev e prevê jogo duro
17/08/2019 às 11h47

Djokovic tem três vitórias e uma derrota contra o russo no circuito

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - Atual campeão do Masters 1000 de Cincinnati e garantido na semifinal do torneio, Novak Djokovic prevê um jogo duro neste sábado. O número 1 do mundo será desafiado pelo russo Daniil Medvedev, oitavo colocado, a partir das 19h (de Brasília). O sérvio destaca a boa fase do rival, que venceu doze dos últimos 14 jogos e disputou duas finais seguidas em Washington e Montréal.

"Ele está em forma, vem com muita confiança e não comete muitos erros do fundo de quadra. Ele não parece cansado dessa sequência de jogos. Pelo contrário, isso parece estar fazendo bem a ele", disse Djokovic, que tem três vitórias e uma derrota contra Medvedev no circuito.

"Quando você está ganhando tantas partidas seguidas, sua confiança é alta e você começa a apostar mais nos seus golpes. Vai ser um jogo difícil e acho que também vai ser um duelo muito físico", acrescenta o sérvio, que foi derrotado pelo russo no duelo mais recente entre eles, no saibro de Monte Carlo.

Djokovic também falou sobre o a vitória contra francês Lucas Pouille por 7/6 (7-2) e 6/1 na noite da última sexta-feira. "Ele jogou muito bem durante o primeiro set. Nós dois mantivemos nossos games de serviço de forma confortável até o tie-break. Aí eu continuei muito focado e não baixei meu nível, mas ele fez duas faltas e errou alguns forehands e obviamente isso custou o tie-break"

"No início do segundo set eu sabia que era muito importante tentar quebrar o saque imediatamente e obter vantagem, o que eu fiz e então consegui terminar o jogo muito bem", acrescenta o sérvio, que rapidamente abriu 3/0 no segundo set e dominou a parcial até o fim. O jogador de 32 anos também falou sobre o atendimento no cotovelo, recebido quando ele vencia o set por 4/1. "Senti que ele estava um pouco tensionado, especialmente quando ia sacar. Mas consegui administrar bem a situação e terminar o jogo. No entanto, a dor continua. Agora vou verificar e espero não ter problemas no próximo jogo".

Adversário de Djokovic na semifinal, Medvedev vive o melhor momento da carreira aos 23 anos e falou sobre sua sequência de bons resultados na preparação para o US Open. "Acho que o mais importante é a experiência de jogar esses grandes jogos e grandes torneios. No primeiro ano em que eu estava no circuito da ATP Tour, eu não consegui ganhar nenhuma partida de Masters 1000. Fui adquirindo experiência de jogar grandes torneios, que valem muitos pontos ATP. Acho que agora estou pronto".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis