Notícias | Dia a dia
Djokovic passa por bom teste na estreia em Cincy
13/08/2019 às 19h39

Sérvio sofreu uma quebra no início da partida contra Querrey, mas definiu a disputa em sets diretos

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - Em seu primeiro jogo desde que conquistou seu quinto título de Wimbledon, no dia 14 de julho, Novak Djokovic passou por um bom teste em sua estreia no Masters 1000 de Cincinnati. O número 1 do mundo superou o norte-americano Sam Querrey, ex-top 15 e atual 45º colocado no ranking, por 7/5 e 6/1 em 1h18 de partida nesta terça-feira.

Djokovic marcou sua nona vitória em onze jogos contra Querrey no circuito. O sérvio havia perdido para o norte-americano no confronto mais recente, disputado na grama de Wimbledon em 2016. O sérvio agora espera pelo vencedor da partida entre o norte-americano John Isner e o espanhol Pablo Carreno Busta.

Vencedor de 33 títulos de torneios Masters 1000, Djokovic é o atual campeão em Cincinnati. O torneio norte-americano foi marcante para o sérvio, que já havia vencido todos os outros Masters menos este. Ele havia perdido cinco finais na competição até finalmente conquistar o troféu no ano passado. O sérvio também soma oito vitórias seguidas no circuito. 

Sérvio fez três duplas-faltas no primeiro game
O começo de partida foi complicado para Djokovic, que fez três duplas-faltas logo no game de abertura e permitiu uma quebra de serviço. Diante de um dos melhores sacadores do circuito, a desvantagem poderia intimidar, mas a confiança do sérvio em suas devoluções foi fundamental para que ele se recuperasse logo e buscasse o empate por 3/3.

O primeiro set ainda seguiu equilibrado. Mas bem mais solto em quadra, Djokovic cedeu pouquíssimos pontos no saque na reta final do set e disparou nove aces em toda a parcial. O sérvio colocou pressão sobre o norte-americano, que foi muito inconstante no fim do set e cometeu erros fáceis que custaram uma nova quebra de serviço.

Djokovic não embalou no começo de segundo set, mas Querrey não estava sabendo aproveitar suas chances.  O sérvio permitiu 15-40 por duas vezes e em nenhum desses momentos o norte-americano conseguiu ao menos colocar a bola em jogo. As chances perdidas pelo jogador da casa custaram caro e o sérvio aproveitou a chance de quebra que teve no quarto game para fazer 3/1.

Depois disso, o número 1 do mundo enfim passou a controlar a partida com autoridade. Nos três últimos games, Djokovic venceu doze dos últimos quinze pontos disputados para fechar o set de maneira bastante tranquila. O sérvio terminou o jogo com 15 aces contra 9 de Querrey, liderou a contagem de winners por 24 a 22 e terminou o jogo com 15 erros contra 27 do rival.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis