Notícias | Dia a dia
Volta de Murray é atração da segunda em Cincinnati
12/08/2019 às 00h15

Murray tem bom histórico contra Gasquet

Foto: Arquivo

Cincinnati (EUA) - O retorno do escocês Andy Murray às disputas de simples será o destaque do segundo dia do Masters 1000 de Cincinnati. O ex-líder do ranking, que não joga individualmente desde o Australian Open de janeiro, será o terceiro jogo da quadra principal que deve acontecer por volta das 16h (de Brasília).

Apenas 324º do ranking, Murray precisou de convite para entrar na forte competição. Seu histórico diante de Gasquet é muito positivo, com oito vitórias em 11 partidas. Os dois não se cruzam desde Roland Garros de 2016. A última vitória do francês foi em maio de 2012, em Roma.

Outras atrações da segunda-feira serão Venus Williams e Maria Sharapova. A veterana de 38 anos faz o segundo jogo do estádio principal contra Lauren Davis, saída do quali, e a russa abre a rodada noturna, às 20h, contra a convidada Alison Riske.

No segundo estádio, Marin Cilic abre a rodada às 12h, seguido pelo canadense Felix Aliassime. A rodada noturna terá Nick Kyrgios seguido por Caroline Wozniacki.

O número 1 do mundo Novak Djokovic também vai à quadra, mas para a estreia em duplas. Ele faz parceria com o amigo sérvio Janko Tipsarevic e cruzará com o mineiro Marcelo Melo e seu parceiro polonês Lukasz Kubot, por volta de 14h, no estádio 3.

Bruno Soares e o croata Mate Pavic também iniciam na competição e têm os perigosos alemães Kevin Krawietz e Andreas Mies pela frente. O jogo encerra a programação da quadra 11 por volta das 20h.

Primeiras vitórias
O norte-americano e cabeça 13 John Isner e o garoto australiano Alex de Minaur abriram a chave principal de simples neste domingo. Em fase instável, Isner suou para superar o sérvio Dusan Lajovic, por 7/6 (7-3), 1/6 e 7/5, enquanto Di Minaur ganhou do italiano Marco Cecchinato de virada, por 6/7 (5-7), 6/1 e 6/2.

Isner é o possível adversário de Djokovic na terceira rodada e terá como próximo adversário quem passar por Pablo Carreño e Gilles Simon. Já o australiano fará duelo de nova geração contra Borna Coric ou Reilly Opelka. Os garotos estão no quadrante de Kei Nishikori.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis