Notícias | Dia a dia
Khachanov domina Zverev e garante semifinal russa
09/08/2019 às 17h14

Khachanov repete a semi alcançada no ano passado no Canadá, quando o torneio ocorreu em Toronto

Foto: Divulgação

Montréal (Canadá) - Dois jovens jogadores russos irão se enfrentar por vaga na final do Masters 1000 de Montréal. Pouco depois de Daniil Medvedev ser confirmado como o primeiro semifinalista, foi a vez de Karen Khachanov também avançar na competição. Khachanov derrotou o alemão Alexander Zverev por duplo 6/3 em 1h14 de partida. Ele também repete a semi alcançada no ano passado no Canadá, quando o torneio ocorreu em Toronto.

Ambos nascidos em 1996, os dois russos de 23 anos estão próximos no ranking. Khachanov é o número 8 do mundo, enquanto Medvedev ocupa a nona posição. Eles já se enfrentaram duas vezes pela elite do circuito, com uma vitória para cada lado.

Esta já é a melhor campanha para Khachanov na temporada. Até então, seus principais resultados haviam sido conquistados em Roland Garros, Indian Wells e Halle, com três chegadas às quartas de final. Vencedor de quatro torneios da ATP, com destaque para o Masters 1000 de Paris do ano passado, o jovem russo nunca perdeu uma final no circuito.

Adversário de Khachanov na semifinal de sábado, Medvedev também tem quatro títulos em oito finais disputadas. Na semana passada, ele foi vice-campeão do ATP 500 de Washington e perdeu a final para o australiano Nick Kyrgios. O russo ainda persegue seu primeiro título de Masters 1000.

Já Zverev amarga um jejum de títulos importantes na temporada. Sua conquista em 2019 foi o ATP 250 de Genebra. O alemão de 22 anos e número 7 do mundo já tem oito títulos de ATP, incluindo o Finals de Londres do ano passado e três Masters 1000. Este ano, além do título no saibro suíço, ele também foi finalista no piso duro de Acapulco.

Khachanov disparou cinco aces na partida e só perdeu seis pontos quando colocou o primeiro serviço em quadra. Os únicos break points enfrentados por ele aconteceram no último game da partida, quando sacava para o jogo, mas o russo se salvou com um ótimo saque aberto no primeiro e com erro de backhand do alemão no segundo. Zverev, aliás, errou demais. Foram 29 no total contra apenas 10 de Khachanov. O russo, que conquistou três quebras no jogo, liderou o placar de winners por 17 a 11.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis