Notícias | Dia a dia
Suzanne Lenglen terá um teto retrátil em 2023
29/07/2019 às 14h13

Paris (França) - Se a partir da próxima edição Roland Garros enfim contará com o teto retrátil na quadra Philippe Chatrier, em um trabalho que deve ser concluído em fevereiro do ano que vem, em 2023 o Grand Slam francês terá duas quadras cobertas no caso de chuva.

De acordo com o jornal L’Equipe, a quadra Suzanne Lenglen, com capacidade para 10 mil espectadores, também ganhará um teto retrátil visando os Jogos Olímpicos de Paris em 2024.

O segundo palco mais importante de Roland Garros receberá também durante as Olimpíadas as lutas de boxe e por isso ganhará uma cobertura retrátil, em uma obra que está prevista para terminar no primeiro trimestre de 2023, portanto a tempo da disputa do Grand Slam francês.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva