Notícias | Outros
Brasileirão: campeões do G1 são premiados
19/07/2019 às 20h51

Uberlândia (MG) – Após cinco dias de intensas disputas, a chave G1 do Campeonato Brasileiro 2019, o Brasileirão, chegou ao fim nesta sexta-feira. No início da tarde, os jovens das categorias 12, 14, 16 e 18 anos receberam a premiação pelos torneios de simples e de duplas no Praia Clube, em Uberlândia (MG).

Um dos destaques da competição foi o jovem Lucas Torres, campeão de simples na categoria 16 anos. Finalista no ano passado, quando perdeu a final por 2 sets a 0, o jovem que treina em São José dos Campos (SP) alcançou a redenção em 2019, ano marcado por algumas lesões no início da temporada. "Este é foi o meu terceiro Brasileirão. No ano passado perdi a final no detalhe, não consegui jogar bem. Mas neste ano eu entrei confiante e deu tudo certo. Esta competição é muito importante e me devolveu a confiança, ainda mais porque tive três lesões no início do ano. Mas aqui deu tudo certo", destacou o atleta que joga tênis desde os 12 anos.

Na categoria 18 anos, o campeão foi Thiago Stockl, de São Paulo. Ele chegou ao título após quatro partidas, em que perdeu apenas um set durante todo o torneio. "Não tenho palavras para descrever a sensação de ser campeão no Brasileirão. É um torneio muito importante para todos nós, que treinamos o ano inteiro para conseguir bons resultados, é um título que todos querem", afirmou o atleta que participa do torneio desde os 12 anos.

Nos 14 anos feminino, Isadora Fares, de apenas 12 anos, confirmou o título com a vitória sobre a amiga Rayssa Vitória por 2 sets a 0. Ela, que joga tênis desde os 5 anos de idade, se surpreendeu com a conquista, já que este foi o primeiro torneio na categoria 14 anos que disputou. "Estou muito feliz com meus resultados, não estava esperando. Joguei muito bem e consegui me superar, mas foi uma partida bem equilibrada, em que a Rayssa jogou muito bem também", analisou.

O Brasileirão se estende até 28 de julho no Praia Clube. Agora, haverá a disputa da Copa das Federações (de 20 a 23 de julho) e do GA (de 24 a 28 de julho). Para o diretor do torneio, Aristides Barcellos, o G1 serviu como um bom aquecimento para o que vem pela frente. "O G1 foi um torneio de um nível técnico muito bom e isso me deixou muito feliz. Assistimos a finais muito interessantes, em que vários desses jovens poderiam estar jogando no GA. Eles estão subindo degrau a degrau para chegar lá. Agora, vamos com toda empolgação para a Copa das Federações e para o GA do Brasileirão", afirmou.

SIMPLES

12 M G1 - Luiz Silva (SP) d. Breno Bergantin (SP) por 6/0 e 6/0

14 M G1 - Felipe Ramos (SP) d. Vitor Ferreira (DF) por 6/3 e 7/5

14 F G1 - Isadora Fares (SP) d. Rayssa Vitória (SP) por 6/4 e 6/3

16 M G1 - Lucas Torres (SP) d. Natan Amaro (SP) por 6/4 e 6/1

18 M G1 - Thiago Stockl (SP) d. João Pedro Engel (SP) por 6/4 e 6/0

DUPLAS

12 M G1 - Tiago Iser/Luiz Silva (SP) d. Rodrigo Nemi/Breno Bergantin (SP) por 6/4 e 6/0

14 M G1 - Vitor Ferreira (DF)/Victor Pagotto (SP) d. Davi Abdanur (MG)/João Camelo (GO) por 6/4 e 7/5

14 F G1 - Rayssa Vitória/Isadora Fares (SP) d. Cecília Gurgel/Beatriz Guerra (RN) por 6/1 e 6/1

16 M G1 - Matheus Kmez/Lucas Torres (SP) d. Gabriel Lima (BA)/Pedro Sodré (DF) por 6/1, 3/6 e 10-5

18 M G1 - Rage Matuck/Augusto Morais (MG) d. Thiago Stockl/João Pedro Engel (SP) por 6/3 e 7/6(5)

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis