Notícias | Dia a dia
Sem ranking após ser mãe, romena vence a 11ª da WTA
18/07/2019 às 14h35

Patricia Maria Tig chegou a ser número 83 do mundo, mas ficou mais de um ano sem jogar

Foto: Divulgação

Bucareste (Romênia) - A torcida romena que acompanhou a rodada desta quinta-feira pelo WTA de Bucareste presenciou a maior vitória da carreira de Patricia Maria Tig. A jogadora de 24 anos e atualmente sem ranking eliminou a letã Anastasija Sevastova, número 11 do mundo e campeã do torneio no ano passado, com parciais de 6/2 e 7/5 em 1h43 para chegar às quartas de final do torneio no saibro.

Tig chegou a ser número 83 do mundo em abril de 2017, mas ficou sem jogar entre setembro daquele ano e abril de 2019. Ela já vinha sofrendo com lesões e problemas de saúde há dois anos e também adiou seu retorno às quadras por conta da gravidez e do nascimento da filha, Sofia, em novembro do ano passado.

"Senti falta do tênis e agora estou tentando aproveitar cada momento. Espero que mais mães joguem. As mulheres precisam ver que isso não é algo impossível de fazer", disse Tig após a vitória desta quinta-feira. "Se eu chegar à final, trarei minha filha para cá", afirmou a romena, que rechaçou a condição de zebra. "Não penso nesta vitória como a grande surpresa do torneio. Não me sinto inferior a nenhuma jogadora. Sei que se eu der o meu melhor também posso vencer o jogo".

A volta de Tig ao circuito aconteceu com uma série de nove torneios de US$ 15 mil no México. Ela chegou a ganhar dois títulos e disputar outras duas finais, perdendo uma delas para a brasileira Thaísa Pedretti, mas esses torneios não estão dando pontos no ranking da WTA, cenário que mudará em agosto.

Depois de solicitar o recurso do ranking protegido para jogar o qualificatório de Wimbledon, onde caiu ainda na estreia, Tig recebeu convite para a disputa do quali em Bucareste. Ela venceu três jogos para garantir vaga na chave principal, onde também venceu a lucky-loser húngara Anna Bondar antes de bater Sevastova. Até então, a maior vitória da carreira da romena havia sido contra a francesa Kristina Mladenovic, então número 18 do mundo, no piso duro de Miami em 2017.

A campanha até as quartas em Bucareste já está rendendo 78 pontos no ranking a Tig, sendo 60 pelas duas vitórias na chave principal e mais 18 pontos do quali. Com isso, a romena já deve aparecer no 431º lugar do ranking da próxima segunda-feira. Se for semifinalista, irá se aproximar do 350º lugar. Sua próxima adversária será a canhota tcheca Kristyna Pliskova, 92ª colocada.

Outra romena em quadra nesta quinta-feira não teve a mesma sorte. A jovem de 21 anos e 210ª do ranking Jaqueline Cristian perdeu por 6/1 e 6/0 para a cazaque Elena Rybakina, próxima adversária da eslovaca Viktoria Kuzmova. A torcida local ainda tem esperanças em Irina Begu, campeã em 2017, que enfrentará nas quartas a alemã Laura Siegemund.

Ainda nesta quinta-feira, duas jogadoras desistiram do torneio por lesões no tornozelo. A russa Veronika Kudermetova vencia a italiana Martina Di Giuseppe por 6/2 e 4/5 quando foi obrigada a abadonar. Já a espanhola Aliona Bolsova saiu de quadra quando perdia para a tcheca Barbora Krejcikova por 6/0 e 3/2. Krejcikova e Di Giuseppe irão se enfrentar em um dos confrontos das quartas de final.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis