Notícias | Dia a dia
Ex-top 10 não vê Serena jogando muito mais tempo
17/07/2019 às 12h56

Londres (Inglaterra) - Já com seus 37 anos de idade, a norte-americana Serena Williams está em sua reta final de carreira e mesmo assim continua fazendo bonito no circuito. Em busca do recorde de 24 títulos de Grand Slam, a ex-número 1 do mundo perdeu uma grande oportunidade em Wimbledon, onde ficou com o vice-campeonato, superada na final pela romena Simona Halep.

Para a ex-número 7 do mundo Barbara Schett, a caçula das irmãs Williams terá apenas mais alguns poucos anos pela frente para buscar igualar, ou até superar, a marca de 24 Slam da australiana Margaret Court. “Haverá uma troca de guarda no circuito feminino em breve; Serena tem apenas mais alguns anos pela frente”, disse a austríaca para o Eurosport.

No outro extremo da carreira, a jovem norte-americana Cori Gauff, de apenas 15 anos, também foi assunto para Schett, que aconselhou a promissora tenista a não se precipitar com o grande resultado obtido em Wimbledon, onde ela foi até as oitavas de final e só perdeu para Halep, que depois acabou conquistando o título.

“Eu a aconselharia a não jogar muito, acho que não deveria fazer mais de 12 torneios por temporada e focar em outras coisas como a escola. Acho que o mental é mais duro neste momento que o físico; além do mais ela parece ser muito forte e bem preparada para sua idade”, analisou a ex-tenista profissional austríaca.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis